O encontro das águas: carta das juventudes para os encontros formativos sobre água e desenvolvimento sustentável.

Luciano Frontelle
Sep 5, 2015 · 2 min read

texto cosntruído colaborativamente pelas juventudes presentes e lido em São Pedro, SP, na mesa final do XIII diálogo interbacias e IV encontro formativo nacional integrado de educação ambiental para a gestão das águas.

Não são todos que podem dizer que testemunharam momentos históricos. Eu quero que você olhe para quem está ao seu lado. Essa pessoa pode dizer isso.

Esse encontro é um marco na história, nós éramos 3 jovens em Ouro Preto, hoje somos mais de 20, de diferentes regiões, de diferentes Bacias Hidrográficas.

E com todas nossas diferenças, participamos desse encontro unidos, aprendemos uns com os outros e com muitos de vocês. Aliás, todas as vezes em que estivemos juntos, nos ouvindo e produzindo propostas, conseguimos chegar a resultados surpreendentes.

Alguns de vocês puderam aprender conosco como utilizar novas ferramentas de comunicação e nós pudemos aprender com vocês quais são muitos dos desafios enfrentados até hoje pelos Comitês.

E é reconhecendo essas riquezas que dizemos: queremos mais.

Queremos espaços de construção onde nosso caminhar seja com as juventudes, espaços onde possamos alinhar nossas visões e definir caminhos.

E ao caminharmos juntos entendemos que podemos ir muito além.

Não somos ingênuos. Não vai ser fácil.

Ao estarmos aqui percebemos que ainda precisamos beber muito da fonte do legado histórico que vocês construíram.

Por outro lado, nós também temos nossas histórias. Atuamos das mais variadas formas, uns, nas periferias, lutando para, minimamente, poderem

tomar banho, outros, na luta de instituir um parlamento jovem pela água. Digo isso apenas para ilustrar que assim como água, também temos várias formas, portanto quando forem falar sobre nós, nos chamem por juventudes.

E agora, de pé, queremos firmar nosso compromisso: nos comprometemos a manter viva e nutrida essa rede que nasceu durante o processo que nos trouxe até aqui.

Hoje somos uma nascente, o início de um pequeno córrego, com o tempo nos uniremos a outros corpos d’àgua.

Se você quer ajudar a manter esses corpos fluindo, te convido a se levantar com a gente e continuemos a criar outros marcos históricos, agora nos nossos municípios, nas escolas e nos comitês de bacias, não só para, mas também com as pessoas.

Por uma água não só como recurso, mas como bem comum.

grupo de jovens com outros participantes do evento que estiveram presentes na Confêrencia livre de juventude e água
Luciano Frontelle

Written by

Diretor de oficinas no @lunos_educom, Articulador de Políticas Públicas de Juv., hub @cidademocratica e webcidadão.