Balanço 2015 — Parte 3

O terceiro e último post da série é para falar da parte boa: o aumento considerável das receitas.

O Sport teve um crescimento de 44% de sua receita operacional, partindo de R$ 60,8 mi em 2014 para R$ 87,6 mi em 2015.

Destacamos as receitas mais relevantes:

Cotas de TV

2014: R$ 32 mi;

2015: R$ 46,6 mi;


Rendas de jogos

2014: R$ 9,4 mi;

2015: R$ 13,6 mi;


Patrocínios

2014: 4,2 mi;

2015: 6,9 mi;


Sócios

2014: R$ 3,9 mi;

2015: R$ 6,4 mi;


Venda de atletas

2014: R$ 0;

2015: R$ 5,1 mi;


Royalties

2014: 1.6 mi;

2015: 2,1 mi;


Patrimônio

2014: R$ 1,6 mi;

2015: R$ 2,0 mi.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.