Daqui, debaixo desse buraco

A questão é em querer ser salvo. Não é deixar de encarar um problema, está além disso. Como se estivesse dentro de um buraco e as pessoas passassem, te vissem mas só olhassem. Jogam água ou comida. Mas elas não te tiram de lá.

Mas como culpa-las? Será que estão tão erradas em querer que apenas sobreviva? Ou é pouco demais ver alguém apenas respirando?

E você fica lá, esperando, esperando. Passa tanta gente. Alguém até senta, conversa, faz você rir. Tem os que falam não é nada, tem os que acham que merecem que esteja ali. Fez por onde, não devia, quem mandou?! Gente que tenta te convencer que não precisa de tudo isso. Mas também tem os que te dão aconchego mas e te tirar dali? Pelo menos estendesse a mão.

Talvez seja errado contar com alguém pra sair, você até conseguiria sair sozinho. Mas talvez também exista aquele que vai até entrar só pra te empurrar pra cima. Não vai ignorar sua existência, ou melhor, querer apenas que respire. Vai ser além da sua própria consciência de “tentei tirar, ela quem não quis sair.”

Cada um sabe da profundidade que se encontra, melhor dizendo, a altura como enxerga o topo de saída. Às vezes é tão alto que tem gente ficando invisível, apenas esperando para serem salvos.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Gabriela Giordani Lessa’s story.