Aprendizados e insights do RD Summit 2017: Machine Learning, Culture Code, Exponencialidade e mais…

Nos dias 18, 19 e 20 de outubro em Florianópolis rolou o RD Summit que é o maior evento de Marketing Digital e vendas da América latina, decidi reescrever e compartilhar as anotações e principais insights que eu extrai durante as palestras que rolaram no evento, espero que você goste :)

Be so good they can’t ignore you.

JACCO VANDERKOOIJ — Winning By Design (Vendas)

Foque na dor do cliente, quais são os aspectos que causam dores ao cliente? E como você pode resolver?

Use o tom de voz correto ao fazer uma venda, tente não soar grosseiro ou irritante, converse naturalmente. Faça perguntas abertas e fechadas, anote tudo que for necessário e não deixe de escutar o que o cliente está falando e logo em seguida repita o que ele disse.

Analise e faça um diagnóstico da situação atual do cliente, tente entender o que está acontecendo e qual é a dor dele. Qual é o problema que o cliente tem?

Um bom vendedor não negocia e nem oferece descontos. Um bom vendedor oferece bônus e oportunidades.

Vender é simples, você só precisa aprender a se comunicar de maneira efetiva, faça frameworks, anotações e teste métodos para aprimorar o processo de vendas.

Ann Handley — Marketing de Conteúdo

Indicação de livro: Everybody Writes

Ao oferecer conteúdo de extremo valor ao seus clientes você transforma eles em super clientes.

Um ótimo case é o curso que a Blue Bottle Coffee criou no skillshare que ensinava como preparar um café perfeito, o curso deu tão certo que gerou inúmeros super clientes para a marca. Justo porque o conteúdo tinha um valor enorme.

Henrique Carvalho — 3c’s do marketing de conteudo

A melhor maneira de receber atenção é dando atenção.

1- Conteúdo: Oferecer transformação e valor.

2- Comunicação: Apresentar clareza e ter conteúdos que sejam fáceis de entender.

3- Competência: Tenha consistência, não abandone o seus leitores e nunca deixe de oferecer conteúdo de valor.

Você precisa gerar confiança nos seus leitores, principalmente com a escrita. Não adianta ter um blogpost gigantesco com muito conteúdo se o mesmo é difícil de ler.

O Flesch Kincaid é um teste que consegue identificar o nível de dificuldade de leitura de um texto, quanto menor a nota melhor.

Antes de apresentar algo novo é interessante que você também mostre algo familiar, assim deixando o conteúdo mais fácil de digerir. As chances de gostarmos de algo é muito mais alta quando se trata de algo que nós já conhecemos e gostamos.

Cada canal de comunicação deve ter um estilo e conteúdo exclusivo, só replicar conteúdo em vários canais não é uma boa estratégia, cada canal tem uma peculiaridade diferente.

André Siqueira — Diretor de Marketing da Resultados Digitais

Indicação de livro: Traction

O que você pode dar para chamar atenção e gerar valor de uma pessoa? O que você gostaria de receber? Um eBook, Infográfico, Artigo completo? Tenha empatia e coloque-se no lugar do seus clientes e entenda o que eles desejam.

Utilize a metodologia DISC para conhecer um pouco mais sobre você e as pessoas que trabalham com você, utilize essas informações para tomar melhores decisões.

Renan Dal Zotto — Técnico da Seleção Brasileira de Vôlei

Fazer um pouco a mais todos os dias vai garantir um resultado gigante a longo prazo.

“O impossível só é impossível até que alguém faça”.

Eric Santos — CEO da Resultados Digitais

O crescimento exponencial demora e gera frustração no curto prazo, mas no longo prazo o resultado e impacto são gigantescos.

Qual sua métrica mais importante? Escolher uma meta e crescer ela em 10% ao mês significa crescer 30x em um 3 anos!

Framework e perguntas pra criar a sua própria flywheel
Rabiscos da flywheel da RD
Rabiscos da palestra do Eric

Fábio Ricotta — Agência Mestre

Não adianta nada ter um volume gigantesco de postagens no blog se não tiver tráfego. Vale mais a pena juntar vários posts em um só e criar algo incrível e que tenha um volume bom de tráfego.

Pra descobrir quais são os posts com pouco acesso é só ir no search console e analisar tudo que não tem impressões e tráfego.

Webinairs são uma das melhores maneiras de qualificar leads, porque gera um alto engajamento e interatividade. Existem dois tipos de webinairs, o perpétuo que é gravado e muito escalável e o ao vivo, que tem um dia e hora marcada.

Webinair JAM é a ferramenta para fazer ao vivo.

EverWebinair para os que são gravados.

Sobre os featured snippets do Google: Para descobrir como ranquer, ir no Semrush, KWD magic tool, filtrar por snippet. A posição mínima pra conseguir ranquear em é quinto lugar na SERP.

Martha Gabriel — Neuromarketing

Pedir algo diretamente sem enrolações é muito mais efetivo do que pedir com licença ou enrolar no início da conversa. Se você simplesmente falar “Que horas são?” as chances da pessoa responder automaticamente são muito maiores do que se você perguntasse “Por gentileza, tudo bem? Poderia me dizer por favor que horas são?”

Indicação de livro: O Erro de Descartes

As pessoas primeiro sentem e depois racionalizam. Isso explica coisas como compras compulsivas de algo que um pessoa não necessariamente precisa, o que acaba gerando um arrependimento depois.

Emocionar pra depois vender é uma das melhores táticas que existe, isso pode ser feito de várias maneiras utilizando músicas com tambores, metais ou uma experiência muito emocionante.

Fazer e aprender coisas novas e difíceis como tocar instrumentos ou falar um novo idioma são uma das melhores maneiras de desenvolver novos neurônios e consecutivamente ficar mais inteligente.

Avinash Kaushik — Google

Você precisa entender a real intenção de uma persona para assim conseguir gerar uma conexão forte com ela.

Machine Learning é o futuro.

Tensor Flow e Torch são softwares livres que criam redes neurais e alimentam a tomada de decisões via machine learning… É importante entender o que é como funciona.

A blueriver que é uma fabricante de produtos agrícolas inventou um robô autônomo que tem a função de irrigar alfaces que é capaz de economizar até 90% de água através de um algoritmo de machine learning do qual detecta quando a planta precisa ou não de água.

Rafael Damas — Testes AB — Supersonic

Tudo começa com uma hipótese de algo que seja relevante e forte, um bom teste AB é sempre feito com base em pesquisas e não em opiniões. Você deve duvidar da realidade e de padrões já pré estabelecidos.

O tempo de duração deve ser no mínimo de 3 semanas ou o equivalente em volume de visitas, alcance ou alguma outra métrica. E também não deve ser rodado por mais de 2 meses porque provavelmente os usuários já vão ter limpado o seu histórico e perdido cookies.

O indicado é fazer somente duas variações, só faça mais caso seja realmente muito necessário.

Método:

1- Observar

2- Perguntar

3- Gerar hipóteses

4- Experimentar

5- Aceitar ou rejeitar

6- Rodar de novo

Sujan Patel — Marketing de Conteúdo

Você precisa ter qualidade e não volume, assim como o Ricotta já disse, não adianta ter vários blogposts se eles não tem qualidade ou tráfego. Vale mais fazer algo gigante, épico e 10x melhor que o do seus concorrentes.

Na foto acima são os vários tipos de conteúdos que podem ser criados de acordo com as etapas do funil.

Não esqueça de atualizar os conteúdos épicos que você produziu, além do co-marketing e link building essa é uma das melhores maneiras de ficar no topo das SERPs.

Content Circles:

São todos aqueles conteúdos que estão relacionados a um conteúdo “master”, por exemplo dentro de Marketing Digital nós temos Personas, Testes AB, Marketing de Conteúdo, Webinairs, etc. Produzir conteúdo para o seu círculo de conteúdo é uma das melhores maneiras de garantir posições de SEO, tráfego e expansão de conteúdo! (Se feito corretamente).

Utilize os seus melhores conteúdos de topo de funil para criar um onboarding para novos usuários do seu blog, faça um autoresponder com todos esses conteúdo ou uma área de “Comece Por Aqui”

Não sabe o que produzir de conteúdo? Descubra quais são seus concorrentes ou influenciadores da sua área, vá no SEMRush e pesquisa quais são as SERPs deles e produza um conteúdo melhor que o deles.

Martin Spier — Netflix

“Para entregar algo incrível você precisa tentar, testar e errar muito.”

Carly Brantz — Sendgrid — Email

Uma boa lista é segmentada e possuí leads engajados. Aqueles que não abrem o seu conteúdo devem ser descartados, mas antes de simplesmente jogá-los fora você pode fazer uma campanha de ativação, da qual você envia um email dizendo “Estou com saudade!” e segmenta os leads que abriram e deleta o restante.

O assunto do e-mail funciona melhor quando tem só três palavras. Ações que descrevem algo que vai acontecer no futuro costumam aumentar as taxas de abertura, ex (Amanhã, em breve, já já). Além disso o pre-header que é a prévia do seu e-mail deve ser muito bem pensada também porque é um dos fatores que ajuda na taxa de abertura.

Faça emails que sejam curtos e breve, as pessoas em grande parte não gostam muito de ler emails muito longos, somente em casos especiais. E sobre os CTA’s, tente não utilizar mais de duas, sendo uma no topo e outra próximo ao rodapé.

Criar um autoresponder de onboarding é uma ótima maneira de descobrir quais são os melhores dias e horários para enviar emails para a sua audiência, e de acordo com os relatórios da sendgrid esse tipo de email funciona melhor sendo enviado de 2 em 2 dias em um horário próximo às 9h30 da manhã, eu gosto de enviar às 6h da manhã.

Raphael Farinazzo — Resultados Digitais — Jobs to be done

Histórias valem mais do que opiniões.

Faça perguntas para o seu usuário e extraia informações que ajudem você a entender mais sobre ele.

Vitor Peçanha — Rock Content — Marketing de Conteúdo

O peçanha falou um pouco mais sobre content circles ou “palavra-chave evergreen” como ele chama.

Entrar no Udemy e ver quais são os cursos do seu segmento é uma ótima maneira de descobrir quais conteúdos você pode produzir com base na grade dos cursos.

As palavras-chave secundárias (long tail) que possuem menos tráfego são muito mais fáceis de ranquear e servem de complemento para a primária (headtail).

Sempre faça mais de 10 versões do título do seu blogpost. A primeira alternativa sempre vai ser mediana, se você quer ter um título que chame atenção e entregue valor você deve testar e aprimorar ao máximo o título. Além disso, use um título mais persuasivo no google e outro mais específico dentro do blog.

A introdução do blogpost deve persuadir o leitor a continuar lendo a todo custo, você deve fazer com que o leitor concorde com você ao mostrar a dor dele e depois prosseguir para a apresentação da solução.

Inclusive ele contou sobre uma técnica chamada “Bucket Brigade” que é basicamente elementos que vão interligando o texto, deixando a pessoa curioso e fazendo com que ela continue lendo.

Utilizar palavras como “Então..” “Mas por que?” “Como assim?” desperta a curiosidade do leitor e faz com que ele continue lendo o seu conteúdo. Foque na intenção da pessoa ao buscar o seu conteúdo e não na palavra-chave.

Alex Lima — Glóbulo

“Culture code é o novo branding.”

Fábio Prado — Facebook Ads

Antes de fazer um anúncio você precisa conhecer muito bem o seu público, use o audience insights pra isso.

Lembre que ter objetivos e metas muito bem definidas antes de criar uma campanha.

Uma KPI (Indicador chave do projeto) não deve ser envolvimento ou cliques e sim métricas como alcance, CPM, CTR ou relevância do anúncio.

Trabalhar com segmentações de remarketing é muito mais barato e eficiente ainda mais se você pretende oferecer algum tipo de material rico. E não esqueça de fazer exclusões da VASP haha.

Use o site https://www.bigbigads.com/ para ver referências de anúncios dos competidores.

Sobre o orçamento:

Quanto maior o orçamento e menor a programação maior será o custo.

Quanto menor o orçamento e maior a programação, menor será o custo. No link a seguir tem mais detalhes: https://www.facebook.com/725275127578278/videos/1216580798447706/

Ao fazer testes AB o mínimo recomendado é que você atinja ao menos 500 pessoas de alcance, menos que isso é muito pouco pra ser analisado.

Anúncios no instagram histories são baratos e efetivos, justo por não ter muita demanda por enquanto.

Campanha de cliques em link? Não analise pelo número de cliques. Faça um relatório com essas métricas: Outbound Click (Cliques que levaram pra fora do Facebook) Visualização de página de destino (Pessoas que visualizaram a página de destino)

Quanto mais alta a sua relevância mais barato e efetivo será o seu anúncio.

Rafael Rez — Vendas e Marketing

3 razões básicas para comprar algo:

1- A pessoa tem um problema

2- Uma necessidade

3- Um desejo

As pessoas tomam decisões importantes quando estão com medo de perder algo que ela tenha ou até que ela ainda não tenha.

Insights extraídos dos histories do Ricotta

Tudo precisa ser escalável com processos muito claros. É preciso ter times em formato de tribos ou células que conseguem agir de forma independente que consigam ligar sozinhos e tomar decisões que resolvam os problemas da empresa.

Também é necessário ter muitas automatizações de processos pra diminuir o custo com pessoas, como gestão de tempo, facilitação de contato, relatórios, criação de anúncios (adspresso, semrush, zapier, google data studio pra relatórios)

Além disso é muito importante ter uma cultura de testes em toda empresa. Tudo que for de marketing e design é necessário ter testes pra descobrir se algo novo é bom ou ruim, funciona ou não… Teste tudo, imagens, anúncios, formatos de brainstorm. Toda ideia é válida, tudo deve ser testado.

Resumindo, você deve dominar os tópicos abaixo caso não queira ficar pra trás daqui a 5 anos ;)

- Gerar conteúdo de valor

- Foco no usuário SEMPRE

- Machine learning é o futuro muito próximo

- Chatbots dominando!

O RD Summit foi um evento incrível, com mais de 8.000 pessoas! Com direito até da presença da Gretchen. Foram 3 dias repletos de muito conteúdo e conhecimento de extremo valor, foi extremamente difícil escolher entre as tantas opções de palestras.

Em novembro do ano que vem tem muito mais, se você estava lá pelo evento comenta aí embaixo! Vamos trocar uma ideia sobre o Summit.

Final do primeiro dia