Você é o amor de todas as minhas vidas

Eu nunca acreditei (e não acredito) em vida após a morte. Pra mim, nossa vida é única e o que vivermos aqui será tudo que iremos viver, sem segundas chances ou reencarnações. Por esse motivo, eu sempre considerei que a expressão amor da minha vida uma espécie de contrato. Se você só tem uma vida, é impossível ter mais de um amor da sua vida. Ao chamar alguém assim, você estaria colocando essa pessoa num posto no qual jamais ela poderia ser retirada, um lugar eternamente dela: o de grande amor da sua única vida.

Mas aí eu te conheci e você fez o que tem feito desde a nossa primeira conversa: me mostrou como tudo poder ser mais belo se visto de outra maneira.

Eu já chamei outra garota de amor da minha vida e eu realmente acreditava que ela seria esse amor. Mas não foi. Não que eu não a amasse ou esteja desprezando o que vivi ao lado dela (muito pelo contrário, tenho ela como alguém fundamental na minha história), mas simplesmente não foi. E depois que nos separemos, durante muito tempo eu me condenei por ter dado a ela o posto de amor da minha vida e agora não poder repassa-lo adiante. Então você entrou em cena e me ensinou a maior das lições: nós só temos uma vida, mas existem muitas vidas dentro dela.

Existem alguns momentos em que a dor é tão grande que parecemos falecer. Perdas, términos, traumas, esses momentos marcam fins e quando ocorre algo que nos faça melhorar é que se tem um novo nascimento. E assim vamos vivendo várias vidas enquanto estamos vivos. E assim vamos descobrindo novos amores. E assim, pessoas como você, se eternizam em pessoas como eu.

Em uma dessas tantas vidas eu vivi ao lado daquela outra garota e sim, ela foi o amor daquela vida. Mas ela acabou e você apareceu no momento certo pra me tirar do chão, cuidar de mim, me abraçar e me deixar renascer.

Me aproximar de ti foi tão especial que marcou um novo começo em mim. E são raras as pessoas capazes de marcarem tão profundamente alguém. Você é uma dessas pessoas, e eu só posso agradecer por tu ter aparecido justamente pra mim, que sempre fui um derrotado e azarado. E na verdade descobri que nunca tive azar, era só o universo que tinha guardado toda a minha sorte pra moldar a estrada que me levaria até a noite que eu te fiz sorrir pela primeira vez.

Hoje eu tenho uma nova vida e se eu tivesse que a resumir em uma palavra, seria o seu nome. Foi você quem me guiou quando eu estava perdido, foram suas mãos que coloriram tudo aquilo que o mundo havia transformado em preto e branco, são os seus sorrisos que me inspiram e me mostram o que é a verdadeira beleza e é até mesmo nos seus defeitos que eu enxergo tudo que desejo ter no meu futuro.

Essa ideia errada de que eu nunca teria outro amor da minha vida me cegou por muito tempo e me impediu de ver a mulher incrível de quem eu havia me aproximado. Até o dia em que meus olhos se abriram e eu vi que, ali na minha frente, estava tudo que eu pensei ter perdido pra sempre. Você tem feito nascer flores num sertão seco e acredite, só o fato de ter despertado um sentimento tão forte e bom em mim já te coloca acima de todas as outras mulheres que conheci.

Você faz nascer em mim a vontade de não ter mais novas vidas, e se tiver, que você esteja em todas. Não é dependência (isso estrega relações), mas sim um amor que eu nunca quero ter somente como uma lembrança. É um amor que merece ser vivido e não transformado em magoas e lágrimas.

A gente não pode controlar o futuro e nem prever o que acontecera daqui um segundo que seja, mas eu posso garantir que farei o possível pra que todos os dias desta e de qualquer outra vida que eu viva possa ter sejam ao teu lado.

Eu te amo, e durante todos os dias que eu vier, da maneira que for, na vida que for, eu vou te amar.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Gabriel da Rosa Krigger’s story.