crianças nas praças
praças no morro
morro de amores, Rio
Rio da leveza desse povo
carregado de calor e de luta
povo bamba
cai no samba, dança o funk
tem suingue até no jeito de olhar
tem balanço no trajeto, no andar
hoje é dia do Sol em Peixes, disposto por Júpiter que veste a fantasia porque já é Carnaval no Rio de Janeiro. 
a Lua em Sagitário, também disposta por Júpiter, faz trígono com Vênus em Áries. 
sentir é uma questão de calor, de brincar com vontade no único tempo que temos; agora. 
sua pobreza é quase mito
quando fito o seu contorno
e quem te disse
que miséria é só aqui?
quem foi que disse
que a miséria não sorri?
quem tá falando
que não existem tesouros na favela?
a Lua mais tarde busca um trígono com Marte em Áries, a fantasia é ilusão, mas a energia que se espalha é bem perene. tem olhos, bocas, corpos, cheiros distribuídos pelas esquinas das ruas em que batalhamos diariamente. 
quem vai dormir hoje? tanta pressa de viver tudo ao mesmo tempo agora e tantos novos amores a descobrir. 
promessa de fantasia se cumpre? e será que amor de Carnaval vinga? 
vingar significa afronta, quem foi que colocou desafio como sinônimo de dar certo? 
até que faz sentido, amor no meio do Carnaval é matéria prima pros que caçam borboletas. 
e se Vênus se exila em Marte, amor é questão de estratégia, afinal quem dá o tom do dia é Júpiter em Libra, não se esqueça que: tudo vale a pena
sua alma não é pequena
seus santos são fortes

imagem: @mika_arte
https://youtu.be/b9ZTNnL_v34