Combo de três


O tempo vai passando e os dias vão ficando cada vez mais difíceis. E é muito fácil se perder no combo rotina, remédio para dor de cabeça e tempo curto. Ou seria trabalho, um drink cada vez mais forte e incertezas?

Os papos ao redor, de tão altos, já não fazem sentido, a cabeça parece oca e só frases conhecidas parecem sair pela minha boca.

Noto que enchi a vida de combos: Netflix, kindle, LinkedIn. A coach contratada para dar rumo ao que não consegui resolver sozinha, os gurus da vida bacana no Instagram, as receitas saudáveis no Pinterest. Tudo sempre três. Penso nos meus três gatos. Três sempre presente na minha vida. Talvez uma lembrança viva de infância da família que nunca foi. Ou pode ser só a mania de exagero, que sempre me faz ter mais um, caso algo falte. Não sei. E acho que tudo bem não saber. Como disse no começo, o tempo vai passando e os dias estão cada vez mais difíceis. E acho que tudo bem estarem assim. Eles fazem pensar, fazem buscar soluções, tiram o sono.

Nesses dias sempre penso na figura das fibras de um músculo sendo rompidas na hora do alongamento. Dói, incomoda, tira o ar. Mas é exatamente isso que faz com que o músculo desempenhe melhor.

Aos dias difíceis. Que eles continuem trazendo alongamento para a minha vida.