colagem

poesias também morrem
eu acredito, por isso não paro de escrever

Fallen Hands (2017)

minhas dores só atraem dores
vou acabar morrendo soterrado
quando só queria um abraço
forte o bastante para apagar o cigarro
e esquecer de acender outro

Self-portrait (2017)

não quero que as palavras saíam macias
estou rasgando páginas e falhas 
para alcançar um mísero sentimento

faço valer, mas sem pena
por favor.

Self-portrait (2017)

outra noite fazendo amor com minha velha amiga insônia, e na fração passageira entre a lágrima e o travesseiro mora um assassino esperando apenas o fechar das portas

outra vez
não haverá nada
nem eu