Presságio

Hoje eu me despedi de você, era seu aniversário

Seus olhos brilhavam, o seu cheiro a quela hora,

me traziam a mente as damas da noite que derredor ficavam

na antiga casinha na roça que meu avô morava.

O céu estava estrelado e a lua em forma de sorriso,

tudo parecida bom, apesar que meu desejo era mesmo

lhe roubar por alguns segundos, sei

os céus certamente estavam em festa.

Depois do diálogo característico,

o mesmo que recheia a força de nossa amizade,

as palavras que foram dita como um doce beijo,

martelam agora em minha mente como um mantra budista.

A noite cai, o sol está por vir, a cafeina pulsa e na vitrola o som da montanha

É verdade, o novo vem chegando a e com ele a oportunidade,

que o abraço da despedida firmou, o

“Simplifique, foque em ser ousado!” ficou.

Permitamos então, a ousadia em nossas escolhas

a simplicidade, que nos fazem realmente sermos quem somos,

nas decisões de confiar na chama que habita o interior,

um verdadeiro chamado, que não conseguimos entender.


Originally published at gfish.com.br.