O mundo está mudando. E mudando para melhor

É sério, é muito sério. É Seríssimo. Talvez para as pessoas que se alimentam dos tele-jornais locais, programas de tv e as mídias como um todo, não, mas para mim, sim. Sim, o mundo está mudando para melhor. E não é nem esperança da minha parte, é algo parecido com convicção. Talvez convicção seja algo ou uma palavra muito forte, né? Então vamos chamar de vivência. Uma vivência minha.

Pensem comigo: uma pessoa que alimenta-se 24h de notícias ruins, vai realmente ter alguma chance ou vontade de crer em um mundo melhor? buscar algumas muitas novas mudanças? Ou essa pessoa tende a baixar a cabeça e viver reclamando de tudo quanto é coisa? A última opção é mais provável, concordamos. Concordamos, né??? E não é que 1001 coisas não estejam erradas, sim, elas estão. Não há como negar que há políticos desonestos, marginais a soltos pela ruas e meia dúzia de pessoas furando filas. Mas, mesmo assim, o mundo está mudando para melhor… Sabe por que? Porque há uma nova geração.

Uma geração mais flexível. Uma geração que buscar ser mais ela. Uma geração que está comprometida a ser a p***** da pessoa que ela quer ser. Sem insultar e questionar o modo de viver do outro. Talvez as pessoas com plena consciência dentro desta geração ainda sejam muito pequenas, quase invisíveis. Ainda existem aquelas que questionam a religião da pessoa X, a opção sexual da pessoa Y e que rotule a pessoa W como a pessoa que “não sabe o que quer da vida porque não está lutando em busca de um diploma”.

E por incrível que pareça estas pessoas são a minoria, mas por sua vez as que mais se “destacam”. São as ROTULADAS como acima da média, magníficas ou pessoas avançadas. Não, essas pessoas não são nada disso. Estas pessoas simplesmente estão vivendo a sua essência, vivendo a sua maneira de viver a vida. E aqui que começa a minha VIVÊNCIA.

A vivência de debater sobre a vida com pessoas extremamente religiosas sem entrar em conflito. A vivência de conhecer e ver pessoas que estão vivendo o amor com pessoas do mesmo sexo. A vivência de conhecer todos os dias pessoas diferentes, com visões diferentes e maneiras de se viver a vida diferentes, questionar sobre a vida com as mesmas e não entrar em conflito. Esse sou eu, mas esta também é a nova geração. Geração x, y, eu sei lá… Eu acho que é a geração que vive, vive o que cada uma designa-se a viver.

E ai que entra a parte “E mudando para melhor”. Sim, o mundo está mudando para melhor. As pessoas estão mudando para melhor. Estas pessoas são, em grande parte das vezes, às pessoas mais compreensíveis e flexíveis que você vai encontraru debater. Hoje, estas pessoas são a grande minoria que fazem a diferença, mas a grande minoria que futuramente pode fazer uma DIFERENÇAZOOONA.

Toda grande mudança começa do pequeno, do quase invisível e, quando se torna gigantesca, é vista como algo gigantesco ou perto disto. Mas essa pequena mudança já tem começado… Ela tem começado por pequenas atitudes no dia-a-dia. E eu tenho vivenciado esta mudança. Vivenciado uma mudança gigantesca aos meus olhos, que talvez daqui a 5, 10, 15 ou 20 anos seja considerada uma mudança bombástica, repentina… Mas, que, na verdade, já vem acontecendo à anos… E estes anos são aqui, agora… Cada um de nós pode ser a mudança, todos nós podemos proporcionar esta grande mudança. Talvez a chave seja não se alimentar 100% de coisas ruins.

OBS: não julgue antigas gerações… são outros tempos, outras crenças.. A vida mudou de tempos pra cá.. a vida sempre muda! :)

O mundo não vai mudar… Ele já está mudando. E mudando para melhor. E você faz parte desta mudança. ;)

Valeu, falou, obrigado, de nada!

Até a próxima! ❤

Minha rede social preferida: Instagram (clique e siga-me) :)

Like what you read? Give Gabriel Müller a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.