Corre

Aquela luz / de existência opaca
Que oscila no poste / reflete nas latas
O caminho é longo / mas escuto a chibata
Fazendo ruído \ tornando-a mais fraca

Minha mente engatilha / mas a ideia é errada
Talvez ela dispare / mais uma trombada
Não sei bem pra quem / que ela ta apontada
Ninguém mais corre \ o corre é que mata

O cansaço é forte / a carne é fraca
A vida é curta / o expediente maltrata
O trem é lotado / a BMW é de prata
O trabalhador \ que fornece a mamata

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.