O Amor Inigualável

Acerca do amor divino

Quando se fala em amor, do quê você se lembra? De seu cônjuge? De seu filho/filha? São sim exemplos de amor, mas vou discutir acerca de um amor bem maior que esses dois: O amor de Deus. Talvez você esteja passando por uma situação difícil emocionalmente, ou não se sente amado por ninguém. Bom, esse simples texto é para você.

Primeiramente, vamos refletir sobre Atos 20:35. “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber”. Sob as palavras de Lutero, “O amor de Deus não se acha, mas cria aquilo que lhe agrada; o amor do ser humano surge a partir do objeto que lhe agrada”. Já pensou acerca de como o amor humano é falho? Às vezes, uma “falha” é motivo de rejeição. Mas Deus não é assim, ele não julga e pune severamente, mas ama a cada um de seus filhos, e os socorre em todos os momentos de angústia.

O amor humano evita os pecadores e os maus, mas Cristo diz: “Não Vim chamar aos justos, mas aos pecadores”. Os pecadores são belos por serem amados, e não são amados por serem belos.

Uma outra reflexão: imagine que você tenha dois filhos, e precisa condenar um deles, qual escolheria? Aquele que lhe demonstra menos afeto? Aquele que lhe é menos obediente? De qualquer fato, é uma escolha difícil. E Deus passa por isso. Não é de Seu agrado que as pessoas sejam condenadas. Vemos em João 3:16, “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Cristo sofreu na cruz por todos nós. É de fato um sacrifício para o amor à seus filhos.

Em Isaías 49:15, encontramos “Acaso, pode uma mulher esquecer-se do seu filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti”. Esta passagem mostra que Deus jamais se esquece dos seus. Por mais que momentos difíceis cheguem, são necessários para nos amadurecer e mostrar nossa capacidade. Deus quer filhos fortes, entretanto nunca os desamparará. É o que diz em I Coríntios 10:13, “Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além de vossas forças”.

O amor de Deus se manifesta em pequenas ações do dia a dia. O amor ao próximo é um exemplo, e também é mandamento de Cristo. É gratificante estar perto de pessoas que demonstram amor, em uma sociedade tomada pelos maus preceitos. Assim é Deus, um exemplo de amor ilimitado. Quando se busca verdadeiramente à Ele, o sentimento de “vazio” é preenchido, e nos sentimos amados, especiais.

Por fim, vamos refletir em mais um versículo, “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” – Mateus 11:28. Nesse trecho, não se deve analisar cansado como cansaço físico, e sim emocional/espiritual. Se você está cansado de se sentir vazio, mal amado, Deus lhe diz que jamais se esquece de você. Ele sabe de sua situação. Você foi criado à Sua imagem e semelhança, foi criado para ser amado. Permita ser amado, e ame também, e verá grandes transformações.

Like what you read? Give Gabriel Vinícius Martins Parreira a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.