A guerra em IMAX

Depois do Cavaleiro das Trevas mostrar o quão a sociedade pode ser frágil e manipulável.

Depois da mistura de filosofia, espiritualidade e ciência em Interstellar.

Nolan traz Dunkirk.

Ainda há de se acreditar na humanidade? O diretor acredita que sim.

Seja no ar, no mar ou na terra.

Seja pela realidade da guerra ou pelo terror psicológico.

Seja pela trilha pulsante de Hans Zimmer ou pelas balas cortando a sala de cinema.

Dunkirk chega mostrando a guerra como ela é.

Mas mostra muito mais do que isso.

Mostra a solidariedade em detrimento da cultura do individualismo.

Mostrando em cena, o que talvez fosse o início da virada dos aliados no xadrez da segunda guerra.

E se a primeira derrota do 3º Reich veio das pessoas comuns?

Da humanidade em si.

Talvez ainda devêssemos acreditar na humanidade?

Talvez.

Nolan acha que sim.