Bar Vazio

Quando álcool nenhum resolve a abstinência de advérbios de intensidade.

Cenário: Mesa de Bar.

Pra mim: desconfortável, agonizante, suada, “preguenta”.

(Normalmente não é assim…)

Conversa: Desagradável.

Bebida: Quente, “chôca”.

(Tem algo errado)

Pessoas: CHATAS, com um assunto indigesto.

(Se eu estivesse bebendo pra valer, todo mundo seria legal aqui).

(Muitas vozes ao mesmo tempo, me perdi)

Vulnerável, não consegui omitir contradições em minhas falas, fraquezas em meus olhos, nem disfarçar meus escapes.

Eu preferiria que o bar estivesse vazio.

Como eu, hoje.