Caixa

Imagem retirada do Pinterest

E no meio de tanta tensão e pretensão eu me perdi. Com 19, em questão de segundos, fui para 15 anos de idade. 
Não senti o chão embaixo dos meus pés. Me vi em frente ao espelho com corpo de mulher. Olhar de mulher. Alma perdida de menina. Esqueci, ou talvez nunca tenha sabido, quem eu sou. O sentindo foi se perdendo em meio a tantas discussões, padrões, imposições. Medos.

Me vi no meio de várias rotas cruzadas. Com roupas manchadas. Pele rabiscada. Mente depredada. Será que em alguma delas alguém vai aparecer e me dizer o que eu devo ou posso fazer? Porque ao mesmo tempo que me vejo em frente à tantas possibilidades e riquezas presenteadas, me vejo na caixa. Dou batidas, socos, pesadas. Continuo aqui. Presa.

Presa pelas próprias escolhas, pelo próprio medo de enfrentar o desconhecido. Pela vontade de ir, mas medo de não conseguir voltar. E por quê querer voltar?

E nessa de me perder sem entender, me vi no meio de uma areia movediça. E para tristeza, minha e sua, levei comigo alguém importante para afundar.

Egoísta!

Mas ninguém sabe o que se passa...


Vamos conversar? Você pode vir desabafar comigo se quiser.

Não quer se identificar? Me mande um email: gabyguedesmedium@gmail.com

Faço umas palhaçadas no meu Instagram pra te ver sorrir e tu podes me zoar no direct: @bitchguedes

Ou, se preferir, tenho meu Facebook pessoal também: https://www.facebook.com/gaby.drew.58726

A única coisa que pretendo tirar de você são bons risos e troca de conhecimento, simbora?