Espaço Vago

E se eu te dissesse que sou uma bomba relógio?

Se eu te dissesse que sou instável, que sou muito insegura e que às vezes minha mente insiste em colocar como certeza dentro do meu coração que você é simplesmente mais uma pessoa que veio de passagem, que sua rota na verdade está predestinada para outra pessoa, assim como para todas as pessoas que passaram por mim.

Sou apenas uma esquina, não sou casa pra fazer morada. Eu me sinto assim. Eu me vejo assim. Mesmo não querendo na maior parte do tempo.

Queria ser certeza, assim como todos aqueles que eu enlaço dentro de mim são. Queria ser o motivo do sorriso de alguém, mas eu não me sinto inteira o bastante para ser com alguém. Talvez seja isso. Talvez eu nunca seja para alguém. Eu não sei mais quem sou pra falar a verdade. Minhas verdades escorrem pelos dedos assim que as toco.

Eu me sufoco com a jarra de sentimentos. Eu tento calar os meus demônios com o som melancólico que borbulha no último volume, até que se faça piar no meu ouvido. Eu me faço de cega para a realidade e quando volto não sei tirar a venda para analisar meus atos e relacionamentos. E eu me sinto cansada. Sinto vontade de desistir. Sinto que nunca serei tudo o que preciso ser para mim.

Que tola… eles dizem… e eu também…!

Like what you read? Give Gaby Guedes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.