Rotina

Todos os dias acorda ao meio-dia e tem preguiça de passar o café. Antes de se levantar da cama, que está desarrumada desde quando trocou o lençol da primeira vez, repassa todas as promessas feitas na madrugada anterior, quando não conseguiu dormir consumida pela culpa e pelo medo de não se tornar (nunca) alguém melhor.

Promete que será o último dia em que vai comer porcarias antes de pedir duas porções de fritas na hora do jantar.

Garante que vai lavar roupa, lavar louça, reciclar o lixo, que vai fazer escolhas melhores. Que vai parar de cobiçar o namorado daquela desconhecida, que vai dar um jeito pra sua vida, que cansou de esperar.

Procura vagas de emprego, cursos de idioma, quartos para alugar. Dá 23 matchs no Tinder e aceita 12 convites para jantar. Compra as passagens para um novo país, começa a fazer as mudanças e anuncia tudo que dá para vender. Desfaz amigos no Facebook, dá unfollows no intagram e jura que nunca mais vai fuçar.

Trabalha com toda a atenção, dá o troco certo, come comida vegetariana e jura que, por apenas um dia, não vai ter o que lamentar.

Like what you read? Give Gabriela a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.