Instalação e Configuração do Arch Linux

João Pedro
Mar 15, 2017 · 8 min read

O Arch Linux é considerada para usuários mais avançados, por conta de sua filosofia de desenvolvimento. Além disso, o Arch Linux é simples, flexível e considerada UNIX-like.

Site Arch Linux: www.archlinux.org

Boot Arch Linux (x86_64) — Dar o boot na versão de x64 bits
Boot existing OS — Fazer boot no atual sistema (Se já existir)
Run Memtest86+ (RAM test) — Fazer avaliação da memória
Hardware Information (HDT) — Informações de Hardware
Reboot — Reiniciar o Computador
Power Off — Desligar o Computador

- Você já está logado como # (root)

################ ARCH-LINUX ##############

1- Mudar teclado para abnt2 (PT-BR)
# loadkeys br-abnt2

2- Mudar a fonte do terminal.
# setfont lat0–16

3- Configurar locale (Localização)
# nano /etc/locale.gen

descomentar essa linha:
pt_BR.UTF-8 UTF-8

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

4- Criar o aquirvo de conf de lingua
# locale-gen
# export LANG=pt_BR.UTF-8

5- Caso sua internet seja cabeada.
# dhcpcd

6- Caso sua rede seja wireless.
# wifi-menu

7- Testar a Conectividade.
# ping -c 3 www.google.com

8- Descobri qual disco rígido foi detectado:
# dmesg | grep sd

9- Configurar as partições no disco ( No meu caso, usei um disco de 20GB)
# cfdisk /dev/sda ‘sda’ (Primeiro disco rígido SATA) ou ‘sdb’ (Segundo disco rígido SATA)

sda1 * 9G /
sda2 1G swap
sda3 10G /home

10- Escrever/Write as mudanças nas partições.

Escrever/Write — Sim/Yes
Quit/Sair

11- Para formatar as partições com um sistema de arquivos ext4:
# mkfs.ext4 /dev/sda1
# mkfs.ext4 /dev/sda3

12- E para formatar e ativar a partição de swap:
# mkswap /dev/sda2
# swapon /dev/sda2

Para verificar se a partição swap está funcionando, utilize o comando free ou swapon
# swapon -s
# free -h

13- Primeiro, monte a partição raíz em /mnt.
# mount /dev/sda1 /mnt

14- Monte então a partição destinada ao /home e outras separadas para o /boot, /var, etc, caso desejar:
# mkdir /mnt/home
# mount /dev/sda3 /mnt/home

15- No caso da partição /boot ser separada:
# mkdir /mnt/boot
# mount /dev/sdaX /mnt/boot

16- Para ver o layout de particionamento atual:
# lsblk /dev/sda

17- Instalar o sistema no diretório sda
# pacstrap /mnt base base-devel

18- Gerar arquivo fstab (FSTAB: File System Table)(Se preferir adicione a opção -U (UUIDs) ou -L (labels))
# genfstab -U -p /mnt/ >> /mnt/etc/fstab

19- Caso você queira editar o arquivo fstab.
# nano /mnt/etc/fstab

20- Criar ambiente chroot ( Agora podemos fazer todos os procedimentos estando no diretório “/”, não precisando indicar o /mnt.) (CHROOT: Change Root)
# arch-chroot /mnt /bin/bash

21- Configurar locale (Localização)
# nano /etc/locale.gen

descomenta essa linha:
pt_BR.UTF-8 UTF-8

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

22- Fazer a leitura daquele arquivo e gerar o locale.
# locale-gen

23- Criar o aquirvo de conf de lingua
# echo LANG=pt_BR.UTF-8 > /etc/locale.conf
# export LANG=pt_BR.UTF-8

24- Se você alterou o mapa do teclado no inicio do processo de instalação, recarregue tal configuração novamente pois seu ambiente mudou. Exemplo:
# loadkeys br-abnt2
# setfont lat0–16

25- Para que tais configurações persistam após um reboot, edite o arquivo vconsole.conf:
# nano /etc/vconsole.conf

KEYMAP=br-abnt2
FONT=lat0–16
FONT_MAP=

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

26- Configurar o fuso-horário
# ls /usr/share/zoneinfo/America
# ln -sf /usr/share/zoneinfo/America/Recife /etc/localtime

27- Sincronizando o relógio de hardware com o do sistema
# hwclock — systohc — utc (UTC (recomendado))

28- Configurando o repositório. (Se você instalou o Arch Linux x86_64, é recomendado que você habilite o repositório [multilib], bem (para ser capaz de executar aplicativos de 32-bits em seu sistema 64-bits)
# nano /etc/pacman.conf

Descomentar essas linhas.

[multilib]
include = /etc/pacman.d/mirrorlist

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

29- Sincronizar os repositórios.
# pacman -Sy

30- Dar um nome para a máquina.
# echo archlinux > /etc/hostname

31- Adicionando entrada correspondente
# nano /etc/hosts

127.0.0.1 localhost.localdomain localhost
::1 localhost.localdomain localhost
127.0.1.1 myhostname.localdomain myhostname

32- Instalando o SUDO e AUTO complemento de comandos e nomes de pacotes.
# pacman -S sudo bash-completion

33- Baixar e instalar o GRUB no computador.
(BIOS)
# pacman -S grub
# grub-install — target=i386-pc — recheck /dev/sda
# cp /usr/share/locale/en\@quot/LC_MESSAGES/grub.mo /boot/grub/locale/en.mo

Dica: Para a busca automática de outros sistemas operacionais em seu computador, instale o pacote os-prober (pacman -S os-prober) antes de rodar o próximo comando.

34- Crie um ambiente ramdisk inicial.
# mkinitcpio -p linux

35- Install Microcode
Para processadores Intel com carregador de inicialização grub:
# pacman -S intel-ucode
Para os processadores AMD instalar o pacote linux-firmware

36- Gerar arquivo de configuração do GRUB.
# grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

37- Criar usuario e definir senha
# useradd -m -g users -G wheel,storage,power -s /bin/bash joao
# passwd joao

38- Definir a senha de root
# passwd root

39- Edite o arquivo sudoers:

# nano /etc/sudoers

Descomente a opção
## Uncomment to allow members of group wheel to execute any command
# %wheel ALL=(ALL) ALL

%wheel ALL=(ALL) ALL

40- Instalar componentes do Wi-Fi.
# pacman -S wpa-supplicant networkmanager net-tools
# systemctl enable NetworkManager

Em seguida, você pode configurar Ethernet ou Wifi:
check device name
# ifconfig -a
# ifconfig wlp2s0 up

41- Se você estiver instalando Arch Linux em um laptop, então você também precisa de apoio para trackpad, então instalar o pacote “synaptics”:
# pacman -S xf86-input-synaptics

42- Sair do modo chroot (ctrl+d ou exit), voltamos para o CD.

43- Desmontar as partições.
# umount /mnt/home
# umount /mnt

44- Reiniciar o Sistema.
# reboot

45- Vamos escolher opção “Arch-Linux”, pronto o Arch-Linux está instalado.

Finalizamos a Instalação do Arch Linux ;)

Após a instalação do Arch Linux a única coisa que os usuários veem é uma linha de comando sem qualquer servidor X, então o usuário deve instalar o X server e uma área de trabalho e alguns outros aplicativos para fazer seu trabalhos diários.

Interface de usuário básica para configuração de rede
# nmtui

1- Por ter GUI no seu sistema, que você precisa instalar o servidor X e eles podem ser instalados no sistema no comando a seguir (Xorg é o servidor de exibição mais popular entre os usuarios Linux.).
$ sudo pacman -S xorg-server xorg-xinit xorg-apps gvfs-mtp sshfs

2- Verificar a placa gráfica no Linux:

# lspci | grep VGA

Use a saída do comando acima para determinar qual driver você precisa. ( Instale o que for referente ao seu)

# pacman -S virtualbox-guest-utils — para o virtualbox
# pacman -S xf86-video-amdgpu — para placas amd-radeon
# pacman -S xf86-video-nouveau — para placa de vídeo Nvidia)
# pacman -S xf86-video-intel — para drivers da intel

Eu usei este, use também para sua referencia.
# pacman -S xf86-video-intel

3- Próxima coisa que precisa e dos ultilitarios de som.
# sudo pacman -S pavucontrol alsa-firmware alsa-utils alsa-plugins pulseaudio-alsa pulseaudio

4- Depois de instalar o servidor X você precisa de um ambiente de Desktop ou um Gerenciador de janelas para fazer seus trabalhos com isso!

Nota: Instalar pacotes de grupo Extra é opcional!

[Instalar xfce4 Desktop Environment]
$ sudo pacman -S xfce4 xfce4-goodies

[Instalar Budgie Desktop Environment]
$ sudo pacman -S budgie-desktop

[Instalar GNOME Desktop Environment]
$ sudo pacman -S gnome gnome-extra

[Instalar Cinnamon Desktop Environment]
$ sudo pacman -S cinnamon nemo-fileroller

[Instalar KDE Desktop Environment]
$ sudo pacman -S plasma

[Instalar Mate Desktop Environment]
$ sudo pacman -S mate mate-extra

[Instalar Deepin Desktop Environment]
$ sudo pacman -S deepin deepin-extra

[Instalar Enlightenment Desktop Environment]
$ sudo pacman -S enlightenment

[Instalar LXDE Desktop Environment]
$ sudo pacman -S lxde

[Instalar LXQT Desktop Environment]
$ sudo pacman -S lxqt

5- No meu caso vou instalar o XFCE ❤
# sudo pacman -S xfce4 xfce4-goodies

Instalação Gerenciador de exibição LightDM no Arch-Linux

6- Existem muitos do Gerenciador de exibição para usar como XDM, slim e etc… mas meu favorito é lightdm porque é rápido e personalizável.

7- Para instalar LightDM use o seguinte comand
# pacman -S lightdm lightdm-gtk-greeter

8- Você pode instalar o pacote para ser capaz de personalizar seu LightDM por uma aplicação gráfica na sequência:
# pacman -S lightdm-gtk-greeter-settings

9- Agora ative o serviço:
# systemctl enable lightdm

10- Vamos Reiniciar
# reboot

[Instalar, Iniciar & Ativar lxdm Display Manager]
$ sudo pacman -S lxdm
$ sudo systemctl start lxdm.service
$ sudo systemctl enable lxdm.service

[Iniciar & Ativar GDM Display Manager]
$ sudo systemctl start gdm.service
$ sudo systemctl enable gdm.service

[Instalar, Iniciar & Ativar GDM Display Manager]
$ sudo pacman -S gdm
$ sudo systemctl start gdm.service
$ sudo systemctl enable gdm.service

##### Instalação Sem Gerenciador de Login ##### ( Opcinal )
Use o comando correspondente para incluir no arquivo ~ / .xinitrc e instale o GUI correspondente:

1-Próximo comando.
# cp /etc/X11/xinit/xinitrc ~/.xinitrc

2- Proximo comando.
# nano ~/.xinitrc

3- (comentar a seguinte linha com “#” )
# exec xterm -geometry (…) -name login

4- Adicionar a seguinte linha logo abaixo.
exec startxfce4

5- Salve (CTRL+O), confime (ENTER) e saia (CTRL+X)

6- Finalizar (Saia do modo #root)
$ startxfce4

******
Xfce:
“exec startxfce4”

Gnome:
“exec gnome-session”

Cinnamon:
“exec cinnamon-session”

Mate:
“exec mate-session”

Unity:
“exec unity”

Openbox
“exec openbox-session”

I3:
“exec i3”

Awesome:
“exec awesome”

########## Inicialmente no Ambiente de Trabalho##########

1 -Entre como SuperUsuário #
$ su

2- Colocando as pastas de usuários:
# pacman -S xdg-user-dirs
# xdg-user-dirs-update

3- Ja no ambiente X aogra vou configurar teclado abnt2 no ambiente X:
# localectl set-x11-keymap br abnt2

4- Baixar o ícone de gerenciamento de rede: (opcional + recomendado)
# pacman -S network-manager-applet
# reboot

5- Bluetooth:

Bluetooth, digite o seguinte comando no Terminal para instalar os pacotes:

# sudo pacman -S bluez blueman bluez-utils

Agora inicie o módulo btusb:

# modeprobe btusb

Habilitar e iniciar o serviço de bluetooth:

# sudo systemctl enable bluetooth && sudo systemctl start bluetooth

Feito!

6- AUR Repo:

Alguns pacotes tais como Kazam, i3blocks e etc não podem ser encontrados no repositórios Main, para nós deve instalá-los de AUR e para fazer também precisamos adicionar endereço AUR no final do arquivo /etc/pacman.conf.

Yaourt fornecer experiência muito suave de pesquisa interativa e instalar a partir do AUR.

Primeiro, abra este arquivo com o editor nano:

# sudo nano /etc/pacman.conf

Agora adicione essas linhas na parte inferior do arquivo:

[archlinuxfr]
SigLevel = Never
Server =
http://repo.archlinux.fr/$arch

Agora salve as alterações (CTRL + O)+ ENTER, e atualize o seu sistema pelo seguinte código:
# sudo pacman -Syu

Yaourt é a ferramenta que permite que os usuários baixe e instale os pacotes do repositório não-oficial, então, instalar esta ferramenta pelo seguinte comando:
# sudo pacman -S yaourt

Teste Yaourt, para fazer isso você só precisa instalar um pacote com isso como um exemplo instalar pacote Kazam com isso:

$ yaourt -S kazam

Nota: Os usuários não deveriam usar sudo enquanto estiverem usando o comando yaourt.

Para atualizar os pacotes instalados a partir do AUR:

$ yaourt -Suy — aur — noconfirm

#################### FIM ####################

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store