Instalação e Configuração do Arch Linux

O Arch Linux é considerada para usuários mais avançados, por conta de sua filosofia de desenvolvimento. Além disso, o Arch Linux é simples, flexível e considerada UNIX-like.

Site Arch Linux: www.archlinux.org

Boot Arch Linux (x86_64) — Dar o boot na versão de x64 bits
Boot existing OS — Fazer boot no atual sistema (Se já existir)
Run Memtest86+ (RAM test) — Fazer avaliação da memória
Hardware Information (HDT) — Informações de Hardware
Reboot — Reiniciar o Computador
Power Off — Desligar o Computador

- Você já está logado como # (root)

################ ARCH-LINUX ##############

1- Mudar teclado para abnt2 (PT-BR)
# loadkeys br-abnt2

2- Mudar a fonte do terminal. 
# setfont lat0–16

3- Configurar locale (Localização)
# nano /etc/locale.gen

descomentar essa linha:
pt_BR.UTF-8 UTF-8

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

4- Criar o aquirvo de conf de lingua
# locale-gen
# export LANG=pt_BR.UTF-8

5- Caso sua internet seja cabeada.
# dhcpcd

6- Caso sua rede seja wireless.
# wifi-menu

7- Testar a Conectividade.
# ping -c 3 www.google.com

8- Descobri qual disco rígido foi detectado:
# dmesg | grep sd

9- Configurar as partições no disco ( No meu caso, usei um disco de 20GB)
# cfdisk /dev/sda ‘sda’ (Primeiro disco rígido SATA) ou ‘sdb’ (Segundo disco rígido SATA)

sda1 * 9G /
sda2 1G swap
sda3 10G /home

10- Escrever/Write as mudanças nas partições.

Escrever/Write — Sim/Yes
Quit/Sair

11- Para formatar as partições com um sistema de arquivos ext4:
# mkfs.ext4 /dev/sda1
# mkfs.ext4 /dev/sda3

12- E para formatar e ativar a partição de swap:
# mkswap /dev/sda2
# swapon /dev/sda2

Para verificar se a partição swap está funcionando, utilize o comando free ou swapon
# swapon -s
# free -h

13- Primeiro, monte a partição raíz em /mnt. 
# mount /dev/sda1 /mnt

14- Monte então a partição destinada ao /home e outras separadas para o /boot, /var, etc, caso desejar:
# mkdir /mnt/home
# mount /dev/sda3 /mnt/home

15- No caso da partição /boot ser separada:
# mkdir /mnt/boot
# mount /dev/sdaX /mnt/boot

16- Para ver o layout de particionamento atual:
# lsblk /dev/sda

17- Instalar o sistema no diretório sda
# pacstrap /mnt base base-devel
 
18- Gerar arquivo fstab (FSTAB: File System Table)(Se preferir adicione a opção -U (UUIDs) ou -L (labels))
# genfstab -U -p /mnt/ >> /mnt/etc/fstab

19- Caso você queira editar o arquivo fstab.
# nano /mnt/etc/fstab

20- Criar ambiente chroot ( Agora podemos fazer todos os procedimentos estando no diretório “/”, não precisando indicar o /mnt.) (CHROOT: Change Root)
# arch-chroot /mnt /bin/bash

21- Configurar locale (Localização)
# nano /etc/locale.gen

descomenta essa linha:
pt_BR.UTF-8 UTF-8

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

22- Fazer a leitura daquele arquivo e gerar o locale. 
# locale-gen

23- Criar o aquirvo de conf de lingua
# echo LANG=pt_BR.UTF-8 > /etc/locale.conf
# export LANG=pt_BR.UTF-8

24- Se você alterou o mapa do teclado no inicio do processo de instalação, recarregue tal configuração novamente pois seu ambiente mudou. Exemplo:
# loadkeys br-abnt2
# setfont lat0–16

25- Para que tais configurações persistam após um reboot, edite o arquivo vconsole.conf:
# nano /etc/vconsole.conf

KEYMAP=br-abnt2
FONT=lat0–16
FONT_MAP=

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

26- Configurar o fuso-horário
# ls /usr/share/zoneinfo/America
# ln -sf /usr/share/zoneinfo/America/Recife /etc/localtime

27- Sincronizando o relógio de hardware com o do sistema
# hwclock — systohc — utc (UTC (recomendado))

28- Configurando o repositório. (Se você instalou o Arch Linux x86_64, é recomendado que você habilite o repositório [multilib], bem (para ser capaz de executar aplicativos de 32-bits em seu sistema 64-bits)
# nano /etc/pacman.conf

Descomentar essas linhas.

[multilib]
include = /etc/pacman.d/mirrorlist

Salvar “ctrl+o” depois (Enter) e sair “ctrl+x”

29- Sincronizar os repositórios.
# pacman -Sy

30- Dar um nome para a máquina.
# echo archlinux > /etc/hostname

31- Adicionando entrada correspondente
# nano /etc/hosts

127.0.0.1 localhost.localdomain localhost
::1 localhost.localdomain localhost
127.0.1.1 myhostname.localdomain myhostname

32- Instalando o SUDO e AUTO complemento de comandos e nomes de pacotes.
# pacman -S sudo bash-completion

33- Baixar e instalar o GRUB no computador.
(BIOS)
# pacman -S grub
# grub-install — target=i386-pc — recheck /dev/sda
# cp /usr/share/locale/en\@quot/LC_MESSAGES/grub.mo /boot/grub/locale/en.mo

Dica: Para a busca automática de outros sistemas operacionais em seu computador, instale o pacote os-prober (pacman -S os-prober) antes de rodar o próximo comando.

34- Crie um ambiente ramdisk inicial.
# mkinitcpio -p linux

35- Install Microcode
Para processadores Intel com carregador de inicialização grub:
# pacman -S intel-ucode
Para os processadores AMD instalar o pacote linux-firmware

36- Gerar arquivo de configuração do GRUB.
# grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

37- Criar usuario e definir senha
# useradd -m -g users -G wheel,storage,power -s /bin/bash joao 
# passwd joao

38- Definir a senha de root
# passwd root

39- Edite o arquivo sudoers:

# nano /etc/sudoers

Descomente a opção
## Uncomment to allow members of group wheel to execute any command
# %wheel ALL=(ALL) ALL

%wheel ALL=(ALL) ALL

40- Instalar componentes do Wi-Fi.
# pacman -S wpa-supplicant networkmanager net-tools
# systemctl enable NetworkManager

Em seguida, você pode configurar Ethernet ou Wifi:
check device name
# ifconfig -a
# ifconfig wlp2s0 up

41- Se você estiver instalando Arch Linux em um laptop, então você também precisa de apoio para trackpad, então instalar o pacote “synaptics”:
# pacman -S xf86-input-synaptics

42- Sair do modo chroot (ctrl+d ou exit), voltamos para o CD.

43- Desmontar as partições.
# umount /mnt/home
# umount /mnt

44- Reiniciar o Sistema.
# reboot

45- Vamos escolher opção “Arch-Linux”, pronto o Arch-Linux está instalado.

Finalizamos a Instalação do Arch Linux ;)

Após a instalação do Arch Linux a única coisa que os usuários veem é uma linha de comando sem qualquer servidor X, então o usuário deve instalar o X server e uma área de trabalho e alguns outros aplicativos para fazer seu trabalhos diários.

Interface de usuário básica para configuração de rede
# nmtui

1- Por ter GUI no seu sistema, que você precisa instalar o servidor X e eles podem ser instalados no sistema no comando a seguir (Xorg é o servidor de exibição mais popular entre os usuarios Linux.).
$ sudo pacman -S xorg-server xorg-xinit xorg-apps gvfs-mtp sshfs

2- Verificar a placa gráfica no Linux:

# lspci | grep VGA

Use a saída do comando acima para determinar qual driver você precisa. ( Instale o que for referente ao seu)

# pacman -S virtualbox-guest-utils — para o virtualbox
# pacman -S xf86-video-amdgpu — para placas amd-radeon
# pacman -S xf86-video-nouveau — para placa de vídeo Nvidia)
# pacman -S xf86-video-intel — para drivers da intel

Eu usei este, use também para sua referencia.
# pacman -S xf86-video-intel

3- Próxima coisa que precisa e dos ultilitarios de som.
# sudo pacman -S pavucontrol alsa-firmware alsa-utils alsa-plugins pulseaudio-alsa pulseaudio

4- Depois de instalar o servidor X você precisa de um ambiente de Desktop ou um Gerenciador de janelas para fazer seus trabalhos com isso!

Nota: Instalar pacotes de grupo Extra é opcional!
[Instalar xfce4 Desktop Environment]
$ sudo pacman -S xfce4 xfce4-goodies
[Instalar Budgie Desktop Environment]
$ sudo pacman -S budgie-desktop
[Instalar GNOME Desktop Environment]
$ sudo pacman -S gnome gnome-extra
[Instalar Cinnamon Desktop Environment]
$ sudo pacman -S cinnamon nemo-fileroller
[Instalar KDE Desktop Environment]
$ sudo pacman -S plasma
[Instalar Mate Desktop Environment]
$ sudo pacman -S mate mate-extra
[Instalar Deepin Desktop Environment]
$ sudo pacman -S deepin deepin-extra
[Instalar Enlightenment Desktop Environment]
$ sudo pacman -S enlightenment
[Instalar LXDE Desktop Environment]
$ sudo pacman -S lxde
[Instalar LXQT Desktop Environment]
$ sudo pacman -S lxqt

5- No meu caso vou instalar o XFCE ❤ 
# sudo pacman -S xfce4 xfce4-goodies

Instalação Gerenciador de exibição LightDM no Arch-Linux

6- Existem muitos do Gerenciador de exibição para usar como XDM, slim e etc… mas meu favorito é lightdm porque é rápido e personalizável.

7- Para instalar LightDM use o seguinte comand
# pacman -S lightdm lightdm-gtk-greeter

8- Você pode instalar o pacote para ser capaz de personalizar seu LightDM por uma aplicação gráfica na sequência:
# pacman -S lightdm-gtk-greeter-settings

9- Agora ative o serviço:
# systemctl enable lightdm

10- Vamos Reiniciar
# reboot

[Instalar, Iniciar & Ativar lxdm Display Manager]
$ sudo pacman -S lxdm
$ sudo systemctl start lxdm.service
$ sudo systemctl enable lxdm.service
[Iniciar & Ativar GDM Display Manager]
$ sudo systemctl start gdm.service
$ sudo systemctl enable gdm.service
[Instalar, Iniciar & Ativar GDM Display Manager]
$ sudo pacman -S gdm
$ sudo systemctl start gdm.service
$ sudo systemctl enable gdm.service

##### Instalação Sem Gerenciador de Login ##### ( Opcinal )
Use o comando correspondente para incluir no arquivo ~ / .xinitrc e instale o GUI correspondente:

1-Próximo comando.
# cp /etc/X11/xinit/xinitrc ~/.xinitrc

2- Proximo comando.
# nano ~/.xinitrc

3- (comentar a seguinte linha com “#” )
# exec xterm -geometry (…) -name login

4- Adicionar a seguinte linha logo abaixo.
exec startxfce4
 

5- Salve (CTRL+O), confime (ENTER) e saia (CTRL+X)

6- Finalizar (Saia do modo #root)
$ startxfce4

******
Xfce:
“exec startxfce4”
Gnome:
“exec gnome-session”
Cinnamon:
“exec cinnamon-session”
Mate:
“exec mate-session”
Unity:
“exec unity”
Openbox
“exec openbox-session”
I3:
“exec i3”
Awesome:
“exec awesome”

########## Inicialmente no Ambiente de Trabalho##########

1 -Entre como SuperUsuário #
$ su

2- Colocando as pastas de usuários:
# pacman -S xdg-user-dirs
# xdg-user-dirs-update

3- Ja no ambiente X aogra vou configurar teclado abnt2 no ambiente X:
# localectl set-x11-keymap br abnt2

4- Baixar o ícone de gerenciamento de rede: (opcional + recomendado)
# pacman -S network-manager-applet
# reboot

5- Bluetooth:

Bluetooth, digite o seguinte comando no Terminal para instalar os pacotes:

# sudo pacman -S bluez blueman bluez-utils

Agora inicie o módulo btusb:

# modeprobe btusb

Habilitar e iniciar o serviço de bluetooth:

# sudo systemctl enable bluetooth && sudo systemctl start bluetooth

Feito!

6- AUR Repo:

Alguns pacotes tais como Kazam, i3blocks e etc não podem ser encontrados no repositórios Main, para nós deve instalá-los de AUR e para fazer também precisamos adicionar endereço AUR no final do arquivo /etc/pacman.conf.

Yaourt fornecer experiência muito suave de pesquisa interativa e instalar a partir do AUR.

Primeiro, abra este arquivo com o editor nano:

# sudo nano /etc/pacman.conf

Agora adicione essas linhas na parte inferior do arquivo:

[archlinuxfr]
SigLevel = Never
Server =
http://repo.archlinux.fr/$arch

Agora salve as alterações (CTRL + O)+ ENTER, e atualize o seu sistema pelo seguinte código:
# sudo pacman -Syu

Yaourt é a ferramenta que permite que os usuários baixe e instale os pacotes do repositório não-oficial, então, instalar esta ferramenta pelo seguinte comando:
# sudo pacman -S yaourt

Teste Yaourt, para fazer isso você só precisa instalar um pacote com isso como um exemplo instalar pacote Kazam com isso:

$ yaourt -S kazam

Nota: Os usuários não deveriam usar sudo enquanto estiverem usando o comando yaourt.

Para atualizar os pacotes instalados a partir do AUR:

$ yaourt -Suy — aur — noconfirm

#################### FIM ####################