Sabedoria de luz (e alma)

Sapeca, a realidade sempre foi e nos entretêm em devaneios etéreos e risonhos reflexos do desnecessário; mantenha o foco.

Saber escolher é o real desafio, separar o joio do trigo é intrínseco para uma evolução transcendental; escolha o bem.

Só de reflexos, uma realidade falsa é obra do ócio, saiba qual a hora de se ocupar; saiba quando começar.

Sobriedade é o nome da busca após a remoção das rendas etéreas dos olhos; mantenha a alma pura.

Sendo a maturidade um estado de consciência, como atingi-la? Ou melhor, alcançá-la? Não se apresse, mas não fuja dos desafios.

Ser etéreo é trajar as vestimentas da vaidade e desligar-se de si; seja puro e você e, somente, por você.

Seja qual for a luz do seu sol, ela deve brilhar por toda a superfície; onipresente, como o amor, por que cobrir de sombras?

Sobreponha-se como luz, não crie mais sombras.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Gabriel C’s story.