Solidão devia começar com C então

Então, era sábado a noite e ela estava ali, inventando alguém para amar

Era sábado a noite e ela estava projetando um amor, uma ideia em uma pessoa que já existia

Mas já diziam, o amor é só questão de ver ou não

O amor era desejo, ideia, o amor não era amor, era paixão

paixão inventada

Somos a geração C, diziam, celular, cerveja ( eu não fumo)

Solidão devia começar com C então

Era sábado a noite e ela bebia seu vinho barato e escrevia com medo

E as paixões, ah, elas me seguem, até quando eu puder pensar, até quando puder imaginar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.