“Um dos objetivos de enjaular a leão enquanto jovem é que ele nunca aprendera a falar.”

Magico de Oz

Este ursinho fofo, que não é urso, é um leão, quase arrancou meu olhinho.

Entrei em seu espaço, não pedi licença, a emoção falou mais alto quando o vi que fui abraçar ele.

Depois refleti o ocorrido.

Não apoio este tipo de excursão. Não recomendo, não voltaria e nem queria ter ido.

Não há nada ali que nutra a alma.

#LionPark é um parque de leões, adultos e bebês que por algum motivo estão ali (existe algumas teorias: umas de que são animais salvos, outras que isso é puramente comercial.

A verdade disso tudo não sei, mas, a sensação que tive é que estes animais são presos e domesticados para serem fantoches de turistas.

Paguei o #Safari e estava incluso a visita neste local. Fui por falta de opção.

#Safari é o oposto, onde os animais ficam soltos na selva e podemos observar sua vida rica com momentos cheio de aprendizado.

Já ali, os leões. ficam presos e vivem em um área pequena e cercada como um #zoológico.

É triste e deprimente, sai de lá com um vazio e muitas reflexões sobre o que é tido como #prazer humano e a #liberdade.

Os leões adultos só dormiam e tinham rostos cansados e deprimidos.

Os bebês estavam irritadiços e loucos para arranhar quem os apertasse.

No safari uma das grandes atrações são os #WildDogs (cachorros selvagens).

Por várias vezes já pensei sobre ter ou não um animal em casa, e me sinto mal por ter meu #cachorro que é de uma raça de #caçadores, altamente ativos e fortes.

Eu #domestiquei ele e a vida que ele leva é anti natural a sua.

Me arrependo de ter feito isso e só teria outro se morasse em algum lugar mais selvagem em que pudéssemos juntos, ser felizes, mas cada um em seu espaço.

Como qualquer relação para mim deve ser.

Se para o “outro” te dar prazer for necessário podar o prazer e a liberdade alheia não há como ter beleza, amor ou satisfação ou ganho de vida nisso.