… E se?

Não dá, cara.

A oportunidade perdida por um erro que foi só meu nunca me abandona. Ou pelo menos a memória dela.

Penso em como estaria se tivesse feito diferente. Se tivesse terminado aquele curso de computação aos treze anos numa escola que hoje nem existe mais eu tiraria um pouco o peso da dívida que sinto ter com meus pais? Não sei. Eu tinha treze anos e saí na hora do primeiro trabalho em grupo. Não conhecia ninguém. Era tudo aterrorizante pra mim.

E se eu estivesse na faculdade ainda? De certeza teria conhecido milhares de pessoas e meus pais estariam contentes comigo. Mas eu estaria realizado? Acredito que não, na verdade. Eu odiava tudo aquilo.

Não é que eu seja fraco. Talvez eu seja fraco. Sou fraco.

E se não fosse tão fraco?

… E se… ?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.