Essa misantropia é inimiga da saudade (10 months ago)

Minha pele terá a cor esquecida pelas demais peles.

Minha voz sumirá em meio aos roncos de carros, ônibus e caminhões do centro da cidade.

Meus olhos se perderão na imensidão do profundo, dos horizontes distantes, daquilo que o olho não alcança.

Meu jeito, subitamente, será esquecido também. Com o passar do tempo, vocês conhecerão pessoas tão ou mais engraçadas que eu.

Meu sorriso desbotado será visto e lembrado apenas das fotos das redes sociais, as quais ainda não tenho coragem de me desfazer.

Meu cabelo longo, bonito, sedoso e com vida dará lugar ao cabelo curto, sem muitos atrativos. Consequência da vida adulta que exige um enquadramento num mundo econômico e profissional. A vida dos meus cabelos também será esquecida por vocês.

As frases que escrevo, os poemas que escrevo, as crônicas que escrevo, as piadas que escrevo, os elogios que escrevo, tudo, absolutamente tudo será esquecido. Você não se lembrará de nada disso com o passar do tempo e, do jeito mais cruel que a vida permite, sentirá que eu nunca existi, enfim.

Meu psiquiatra se esquecerá de mim e de meu dinheiro e de minha receita para os remédios.

Os lugares terão pessoas novas e você vai vê-las.
As ruas terão pessoas novas e você vai vê-las.
O Alô Esquenta terá pessoas novas e você vai vê-las.
O 92 graus e demais picos de show terão, pois já têm, pessoas novas e você vai vê-las.

De repente, tudo o que produzi, criei e cultivei terá morrido.

E meticulosamente vou me transferir para outro lugar.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Sales Pereira’s story.