Inferno pessoal

Uma chuva muito forte de uns vinte minutos com ventos cortantes assusta a cidade pouco antes do nascer do Sol. Uma minhoca que rastejava na grama é levada até o meio da rua onde fica se debatendo para continuar viva e conta com a sorte para não ser atropelada por um carro qualquer ou fisgada por um predador.

Uma mosca cai num copo plástico de café e não consegue mais voar. No dia seguinte, como ninguém limpou o local, lá está o copo - lá está a mosca tentando sair desse inferno que é o copo de café.

O inferno é muito mais do que fogo e gente agonizando eternamente por toda parte. O inferno está acontecendo a todo momento.

Cada um tem seu inferno particular.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.