Poesia de Quinta

Pela janela da memória,
por onde frio o vento sopra.
O que trará a um coração vazio?
O que fará à uma mesa posta?

Incansável.
Com um estridente grito,
um conselheiro amigo,
mas desagradável, após percorrer os cômodos de minha casa
e vasculhar gavetas, livros e panelas,
da porta diz:
ela não veio!

Naquela noite ele acertou.
Naquela noite, mais do que em outras, pensei
na inquestionável verdade do vento.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.