O sistema brasileiro é uma maquina de moer gente

“De frente para o mar e de costa para a favela”

O Brasil é um dos países mais populosos do mundo, por aqui temos pouco mais de 200 milhões de habitantes, a maior parte concentrada na região sul e sudeste, consequentemente são as regiões que tem índices de desenvolvimento econômico e social maior do que em outras regiões, privilégios e regalias que não conseguem mascarar o gigantesco problema que está criado e já institucionalizado faz algum tempo por aqui.

A forma que o brasileiro pobre é tratado nesse país faria muitos teóricos da conspiração dizer que o governo tem um plano para dizimar o povo pobre aos poucos, mas observando bem, sabemos que é mais realidade do que parece, em qualquer conversa de bar, alguém irá dizer “ o problema do Brasil é que..” e de fato, todo brasileiro sabe identificar problema e eu gostaria de apresentar uma visão de quem passa na pele todos essas sabotagem do sistema.

O problema do Brasil já não é racial a miscigenação escondeu bem essa parte, podemos observar que o pobre brasileiro vive em um sistema que muitas coisas andam junta, a falta de perspectiva de vida, a alienação por parte de filosofias religiosas e o controle da sua renda, tendo que sobreviver com um salário que a maior parte dela esta comprometida com a sua sobrevivência, com o consumo de alimento, é como se o sistema precisasse dessa gente sempre nesse nível da sociedade, para mante-los, o sistema proporciona uma educação ruim para que assim ele não possa entender que o seu papel na sociedade é muito mais complexo do que aparenta, o sistema dá uma saúde ruim, ate pelo fato de que ele precisa dos pobres, para ligar as maquinas, para coletar o lixo para limpar sua grama, então dando o minimo do minimo de saúde, é uma garantia que ele vai ter a mão de obra semi escrava, por mais algum tempo, ate vir o filho desse individuo, e mais uma geração de pobres servindo, e mais uma geração de ricos no poder.

Essa gente que passa mais de 70% da sua vida trabalhando, com a esperança de uma mudança de vida, e que não consegue perceber que é parte de um sistema que esta te matando aos poucos, mas aos poucos mesmo, ele precisa do pobre, então coloca no pobre um chip escrito fé em sua testa, os messias do século 21 de um país sub desenvolvido, conseguem fazer o que querem, eles tem o rebanho na mão, no sentido literal da palavra, por aqui a educação moral e ética, vem pautada dos escritos bíblicos feitos há mais de 2 mil anos atrás, essas pessoas confiam cegamente em um líder religioso, por falta de uma perspectiva mais abrangente da sua situação e a sua posição no meio em que vive, os lideres religiosos mantém esse povo com uma certa motivação de que tudo é feito para o bem, que o salvador esta fazendo ele sofrer de tanto trabalhar para que ele possa colher seus frutos no céu, repetindo esse mantra algumas milhares de vezes, você faz uma maquina de obedecer.

Nesse país o acesso a educação, saúde e tudo mais que forma um cidadão critico é mantido sobre preços caros de mais para uma pessoa que trabalha muito e ganha pouco pagar, reflexo disso é o congresso brasileiro ser formados na maior parte por, fazendeiros, pastores e donos de empresas, brancos e de classe média na sua maioria, não gosto de ouvir a frase “o povo é burro”, ate porque o povo não é burro, ele é condicionado, sabotado desde a fundação desse país.