Começando…

Vamos reunir nesta área textos e links com uma infinidade de informações úteis sobre fidelização de clientes que poderão ajuda-lo na criação do seu programa de fidelidade.

Neste primeiro post vamos compartilhar um texto do Clico (Persona do Site Guia Empreendedor — http://www.guiaempreendedor.com/).

Uma sequência de passos interessantes que você pode usar como orientação inicial para startar seu programa de fidelidade.

Leia mais abaixo…

Veja como criar um programa de fidelidade em sua empresa

Quer manter o seu negócio saudável, atraindo mais e mais clientes? O segredo é saber cultivar o público que você tem. Afinal, um cliente satisfeito é o primeiro agente de marketing do seu negócio, divulgando seu produto e serviços para amigos, colegas de trabalho e familiares. Existem alguns passos para atingir esse objetivo e os primeiros são oferecer soluções de qualidade ao mesmo tempo em que se investe em bom atendimento. Mas eu sempre digo que essas são ações básicas, que devem ser complementadas com iniciativas ainda mais assertivas e uma dessas iniciativas é um bom programa de fidelidade.

Os programas de fidelidade trazem uma série de vantagens, como o aumento do faturamento da empresa, a capacidade de coletar novos contatos diretos para suas ações de venda, são uma importante ferramenta de marketing e uma arma valiosa para sua empresa se diferenciar da concorrência. Nesse artigo, vou mostrar como criar um programa de fidelidade e te contar, passo a passo, a melhor maneira de fazê-lo ser um sucesso.

Como funciona um programa de fidelidade?

Basicamente, um programa de fidelidade é uma ação para premiar clientes especiais através de um sistema de pontuação. Quanto maior o número de produtos ou volume de compras feitos por um consumidor, mais pontos ele ganha. É de acordo com essa pontuação (que pode ser computada em um sistema de milhas ou cartão fidelidade) que o comprador conseguirá retirar os seus prêmios, que podem ser vários: descontos progressivos em compras, brindes e até prêmios especiais, como viagens ou passeios.

Conhecendo os clientes

Para conhecer os seus clientes, é preciso identificá-los: muitas empresas contam com bom sistemas para fazer essa tarefa, solicitando um cadastro dos compradores com e-mail ou telefone, por exemplo. Esse mailing será muito importante para você entender o perfil do seu público, além de ser uma porta de entrada para que você estabeleça um diálogo mais frequente. Mas cuidado! Ninguém gosta de ficar recebendo milhões de e-mails de propaganda no seu correio eletrônico. Por isso, é importante não se transformar em um gerador de spam — o lixo virtual.

Escolhendo as recompensas

Saber quantos clientes você tem não é o bastante. É preciso ter uma noção exata do seu perfil de compras e o que eles desejam — só assim você conseguirá estabelecer premiações que irão encher os olhos dos seus compradores. Quem trabalha com uma carta de produtos mais variada, por exemplo, pode detectar quais são os tipos de itens com maior saída ou similares, a fim de criar uma promoção efetiva.

Mas o seu programa de fidelidades também pode utilizar produtos de terceiros para atrair mais compradores. Conhecendo o perfil do seu cliente, ou mesmo fazendo uma pesquisa rápida com os compradores, é possível descobrir qual tipo de itens eles tem mais afinidades. Alguns produtos simples, como capinhas de celulares, pen drives ou um cosmético podem ser bastante atrativos. Outra dica é procurar firmar parcerias, seja com fornecedores ou mesmo com empresas do seu bairro. Um restaurante e uma gráfica rápida, por exemplo, podem criar um programa em conjunto: quem fizer 10 refeições em um mês ganha 5% de desconto na impressão de plotters e quem consumir mais de R$ 200 reais na gráfica, ganha um desconto no almoço. Esse tipo de ação em conjunta, além de premiar clientes efetivos da sua própria empresa, também ajuda a atrair novos compradores: afinal, os clientes da gráfica irão conhecer o restaurante e vice-versa.

Organizando o seu sistema de pontuação

Ações sérias exigem procedimentos confiáveis. Existem diversas maneiras de controlar os pontos dos seus clientes de maneira segura e simples: existem os cartões simples onde, a cada compra, o lojista carimba o documento. Assim, quando o cartão for completado, o comprador pode resgatar o seu prêmio. No entanto, caso o seu negócio seja muito grande ou complexo, essa solução simples pode não ser totalmente efetiva.

Nesses casos, é possível recorrer ao uso do cartão magnético, parecido com os cartões de banco tradicionais, mas voltado exclusivamente para o seu negócio. Além de ser uma solução tecnológica, é possível personalizar um cartão do seu cliente com o nome da loja e do próprio comprador. O efeito psicológico dessa ação simples é imenso: o comprador irá receber algo totalmente personalizado e exclusivo, e irá se sentir ainda mais valorizado pela sua empresa. Um bom motivo para ele desejar retornar, certo?

Monitorando o seu programa de fidelidade

Implantar um novo programa é bom, mas é preciso saber fazer uma boa leitura dos resultados que ele está gerando para sua empresa — assim você conseguirá detectar o que está dando certo ou errado e sempre ter a capacidade de aperfeiçoá-lo. O principal indicador de que um programa de fidelidade está dando certo é o aumento das vendas — afinal, esse era seu objetivo desde o início.

No entanto, é preciso ser crítico para entender se esse crescimento está diretamente relacionado ao novo programa ou se tem outros fatores — como um produto novo, mudança nos processos de atendimento ou mesmo uma queda nos preços.

Mas não fique apenas na frieza dos números: é importante conversar com seus clientes para entender se o seu programa está funcionando. Se possível, elabora uma pequena pesquisa de satisfação que os fiéis compradores possam responder de maneira rápida. Mas não deixe de valorizar a pesquisa informal: incentive seus vendedores e equipe de atendimento a perguntarem diretamente sobre a impressão e satisfação dos compradores em relação às regras e à premiação do programa.

Dicas extras

Existem algumas outras técnicas e procedimentos para fazer o seu programa de fidelidade ser um sucesso. Uma dica é aumentar a pontuação de quem faz compras com dinheiro ao invés de cheque ou cartões de crédito e débito. Também é interessante criar um clube de elite para os clientes mais fiéis, que receberam vantagens e um atendimento diferenciado da sua empresa.

Não se esqueça de criar um nome chamativo e atraente para o seu programa: ele poderá ser usado como um verdadeiro cartão de visita e peça de marketing para o seu empreendimento. Por fim, lembre-se que seu sistema de pontuação deve ser equilibrado: o comprador não deve ter acesso à premiação com muita facilidade (aumentando os seus custos) e nem deve ser extremamente difícil, a ponto do cliente precisar fazer um número muito grande de compras e acabar desistindo do programa sem resgatar nem um prêmio.

Fonte: http://www.guiaempreendedor.com/veja-como-criar-um-programa-de-fidelidade-em-sua-empresa/

Conheça mais sobre o GETMILES.ME — http://www.getmiles.me

Somos especialistas em pequenos negócios.

Através da nossa metodologia, você irá conhecer profundamente seus clientes, construirá experiências únicas que resultarão em fidelização e recorrência de vendas.

Ajudamos você:

  • Elevar seu ticket médio de venda
  • Aumentar a margem de lucro
  • Gerar vendas para produtos de baixa rotatividade
  • Identificar seu público alvo
  • Construir assertividade na comunicação com seus clientes Contribuir com uma gestão eficaz do seu negócio

Fale com um de nossos especialistas e comece agora mesmo.
https://www.getmiles.me/index/landing-page/op/contato

Show your support

Clapping shows how much you appreciated GETMILES.ME’s story.