Meu coração pulsa sem ritmo algum como se desejasse falar por si só, meus olhos vagueiam as quatro paredes que me cercam, minha boca está entreaberta mas não quer dizer nada, meus braços e minhas pernas entregues, meu corpo jogado a própria sorte. Não imaginei ser assim. Como pode o amor te aproximar tanto da morte?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Giovanna Holanda’s story.