O escotismo e o paradoxo de "deus"
Christian Gurtner
133

Grata coincidência meu caro. Neste último final de semana estive no curso preliminar e esta discussão veio a tona. Nossa instrutora, uma doce senhora de 81 anos, viu-se numa situação delicada ao abortar o tema ESPIRITUALIDADE e a promessa e ser confrontada por um Escoteiro de seus 19 anos, ateu. Felizmente tínhamos também no grupo um outro jovem, seminarista católico, e a contribuição dele foi decisiva na discussão: “… devemos nos concentrar nas coisas que nos unem, nas que temos em comum em todas as crenças, nos nossos objetivos, e não nas diferenças…. Não estamos mais na idade média…”.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.