O término é uma perda contínua de diversas coisas.

Perde tempo. Aquele tempo que foi usado para concluir algo. Perdido.

Perde rumo. Aquele caminho que era trilhado, agora tem fim.

Perde amizades. Os que estavam por perto, partem, junto com quem se perdeu.

Perde dores. Elas somem, mas novas aparecem. Temores.

Perde risadas. Estas, descontadas em mesas de botecos.

Perde tudo. Menos a graça. Rir de sua desgraça é perda, de choro.