15deMarço

Hoje é meu dia, eu sei, mas também é dia dele. E vocês nem imaginam a alegria e o quanto o meu coração transbordou com todas as mensagens, ligações e a presença de pessoas tão queridas nesse dia. Sério, digo de coração mesmo, que a gratidão aqui é infinita. Só que o meu agradecimento (ainda mais) especial vai pra esse cara ai. Esse ser humano, que viveu quase 2.000 anos atrás, e morreu exatamente nesse mesmo (nosso) dia .

Ele é conhecido por aqui como São Longuinho ou, como eu carinhosamente gosto de chamá-lo, meu melhor amigo. Ele fez e faz muito mais, podem ter certeza, mas a fama dele ficou por conta dele encontrar para pessoas desconhecidos as coisas delas perdidas. Eu conheci ele assim, sem nem imaginar o tanto de coisa que passaríamos juntos, com uma lista grande de orações, promessas, pedidos e etc. Para mim, ele já achou de tudo, desde celular, carteira, objetos-importantes-ou-nem-tanto e até (muit0) amor. É, encontrar amor e entregar e multiplicar esse amor é a grande especialidade desse santo tão especial.

Como ele, há muito tempo atrás, encontrou o maior dos amores e está muito bem, comemorando lá no céu e ao ladinho de Deus esse dia tão importante pra nós dois, eu peço diretamente pra ele (e agradeço e desejo) que abençoe o tanto de gente incrível que eu tenho aqui ao meu lado. O tanto de gente que ele já encontrou e colocou na minha extraordinária vida e o tanto de alegria que já me foi proporcionado (exatamente por essas pessoas) hoje e todos os dias.

É, São Longuinho, é uma honra comemorar esse dia com você. É uma alegria a gente ter se encontrado por ai, ou melhor, você ter me achado e me abençoado tanto assim. A minha oração, pra você, é em forma de gratidão.