Nas pontas dos meus dedos

Nas pontas dos meus dedos
há sulcos milimétricos
são estradas esculpidas na pele
todas curvas, não têm começo nem fim.
Levam-me a mim mesmo
e juntas são a marca única 
da minha identidade…
Elas juram, elas provam
que eu não posso fugir de mim.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Gláucia Minetto’s story.