Escrever é só isso mesmo?
Gabriela Prado
563

Sempre acreditei que escrever fosse como respirar. Continuo respirando. Escrever é o que faço melhor na vida.

Como você, eu também comecei cedo, lá pelos meus 7anos. Aprendi a ler aos 5 e logo logo me apaixonei pelos lápis, lápis de cor, papel, borracha tudo aquilo com o qual eu podia me expressar…fazia cada garrancho, rs.

Aos 10 anos decidi que seria jornalista quando crescesse. Nunca pensei em fazer outra coisa, nunca tive dúvidas e nem sequer me passou pela cabeça fazer outra coisa. Estudei Comunicação, fiz vários cursos atinentes, li muito, viajei mundo afora, encontrei pessoas e me encontrei em cada artigo, em cada texto, meus e de outros. Agora mesmo me encontrei de novo lendo o teu relato. Brava, Gabriela Prado! Você tem estilo e percebo também que a tua garra e o teu foco vão te levar muito longe. Como dizem os árabes, In Sã Allãh (Inshallah!) ou seja, Se Deus Quiser!

Like what you read? Give Glória Catharino a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.