reclamações sobre a conduta alheia


A luz vermelha ferve no farol

E o carro pára

A longa via está tomada

(e a veia se entope)

o sangue flui devagar

o suor corre depressa

a rádio toca a hora do Brasil

e a voz de um deputado

invade o engarrafamento.

E eu vejo correr, o contínuo

um sanduíche amassado entre o braço e o corpo

e eu vejo saltar, o contínuo

equilibrando a saúde pouca nas pernas

para trafegar entre os carros

e tirar a gravata

velozmente entre os ponteiros do relógio;

lá vai gomes, está cada vez menor

um ponto sobre o sol numa camisa de tergal

azul sobre o vermelho do poente

no retrovisor

no carro ao lado um casal — a mulher muito bonita -

conversa e animadamente gesticula

o homem ri, a mulher traz no olhar

o amor confesso

(um amor visível no engarrafamento

é sempre um amor maior)

e as rodas se movem

tão lentamente

esta é uma fresta urbana, uma falha no tecido, por aqui escorre

lentidão

meus dedos suados sobre o volante

ou sobre o botão solto do rádio

ou sobre o rosto coberto por um sebo

extremamente urbano

eu penso em São Paulo que escreveu aos coríntios

eu penso em Ikhnaton que anteviu a verdade

eu penso em Sidarta que viveu sob os cabelos

eu penso na chuva que vai ficando nas poças

e a cidade continua estática, montanha sobre o mar

dez milhões de almas sem conhecimento ou nexo

os fantasmas dominam meu inconsciente

e eu vejo os fantasmas daqueles que ainda vivem

um, que molha o pão de Cristo na saliva

Outro, que bebe de uma água antiga no chão

O fruto ainda é o mesmo, o que mudou

foi esta despudorada identidade

Perdemos nossos panos entre

o desejo de ontem

e a memória de hoje.

quem foi

o filho da puta

que provocou esse engarrafamento?

A interferência no rádio

balança em meus ouvidos

Houve um acidente

dois quilômetros à frente

uma mulher se equivocou ao providenciar uma

ultrapassagem

coisa de centímetros

e provocou um acidente

dois quilômetros à frente

um acidente

estão mortos

Dirceu da Cunha Silveira, 42 anos, contador

Márcio Ribeiro da Costa, 35, desempregado

Célio Dias Marinho, apenas 20, ponta-esquerda

do Bonsucesso Futebol Clube

Silvana Dias, mulher de Célio de papel lavrado e passado

e felizmente nenhuma criança

a mulher que se equivocou na ultrapassagem

continua viva

embora tenha perdido parte da perna esquerda

quem foi

o filho da puta

que provocou esse engarrafamento?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.