Não ando escrevendo nada.

Talvez pela falta de tempo, exaustão total ou mesmo pelo desânimo que me abateu desde a última relação que tive.

Quero escrever. Mas sobre quem? Sobre o que?

Me pergunto se sou uma escritora de amores e desamores e me preocupo com essa limitação.

Sou mais do que as pessoas com quem me relaciono. Sou mais do que qualquer coisa.

Sou eu mesma, verdadeira, meio quebrada, mas completa.

Tenho que aprender a escrever sobre mim e apenas isso.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Graziela’s story.