Crônicas do Mundial (07/10): Grupo C

O Grupo C era de qualquer um. A classificação da INTZ era difícil, mas não impossível, os brasileiros precisavam entrar em sua melhor forma para ter chance. Para todos os analistas a EDG seria o time que garantiria a primeira colocação, mas da maneira que a ahq e a H2k estavam jogando, isso não necessariamente seria verdade.


Edward Gaming x INTZ e-Sports (Grupo C)

O primeiro desafio da EDG era mostrar que a derrota para a INTZ foi apenas uma zebra — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 34:37
Vitória- Edward Gaming
Mouse- Rumble x Jayce -Yang
Clearlove- Rek’Sai x Skarner -Revolta
Scout- Syndra x Vladimir -Tockers
Deft- Jhin x Caitlyn -MicaO
Meiko- Tahm Kench x Alistar -Jockster

A INTZ ganhou da EDG no primeiro confronto, no entanto, repetir esse feito em cima dos campeões chineses não é nada fácil. A primeira escolha da EDG foi a Syndra para Lee “Scout” Ye-chan, um campeão que se mostrou essencial para a vitória.
Foi a coordenação dos chineses que fez a INTZ perceber que esse time não era o mesmo que haviam enfrentado na semana passada. Ming “Clearlove” Kai e Scout fizeram uma dupla durante boa parte do início do jogo que se movimentou pelo mapa inteiro, criando oportunidades para a sua equipe.
O caçador Gabriel “Revolta” Henud não fez a mesma performance do primeiro jogo, uma escolha estranha de Skarner tornou o brasileiro fraco durante a partida. Outro jogador que não parecia estar em seus dias foi o suporte Luan “Jockster” Cardoso que acabou sendo alvo de muitas iniciações da EDG.
As esperanças da INTZ nessa partida estavam em suas rotas individuais, mas os oponentes estavam fortes demais para que a dupla pudesse levar seu time à vitória.

MVP: Lee “Scout” Ye-chan, Syndra (12/1/8)

Uma partida espetacular do jogador do meio. A Syndra na primeira rotação de escolhas se mostrou a melhor decisão que a EDG fez. Scout não se preocupou em enfrentar Gabriel “Tockers” Claumann na sua rota, já que colocou seu time na frente com seus ganks.


ahq e-Sports Club x H2k (Grupo C)

H2k estava no caminho da classificação — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 41:39
Vitória- H2k
Ziv- Rumble x Jayce -Odoamne
Mountain- Rek’Sai x Elise -Jankos
Westdoor- Lissandra x Ryze -Ryu
AN- Sivir x Caitlyn -Forg1ven
Albis- Karma x Alistar -Vander

Nenhum dos dois times entrou em uma grande luta no início do jogo. Com poucos abates trocados as duas equipes estavam equilibradas, até a luta no Barão perto dos 30 minutos. 
A H2k se posicionou melhor e conseguiu matar um por um os adversários. Sobraram apenas dois jogadores da ahq, o caçador e o suporte. E quem diria que a Karma de Kang “Albis” Chia-Wei roubaria o Barão dos europeus com tanta facilidade. Esse roubo impediu que o placar saísse do controle para a ahq.
O time da LMS não conseguiu aproveitar o monstro épico e a H2k parece ter acordado após ter perdido o objetivo. Os cinco jogadores aceleraram a partida e começaram a iniciar lutas que renderam abates.
O segundo e último Barão foi para os europeus que conquistaram a vitória.

MVP: Yoo “Ryu” Sang-ook, Ryze (6/1/5)

Os ultimates do Ryze foram usados com perfeição para iniciar e reiniciar as lutas que auxiliaram na vitória europeia. Sem falar na agressividade de Yoo “Ryu” Sang-ook na fase de rotas que obrigou o caçador inimigo a focar na rota do meio, enquanto o resto do mapa era conquistado pela H2k.


H2k x Edward Gaming (Grupo C)

A EDG estava quase garantida para a próxima fase do Mundial — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 44:53
Vitória- Edward Gaming
Odoamne- Kennen x Poppy -Mouse
Jankos- Rek’Sai x Elise -Clearlove
Ryu- Ryze x Malzahar -Scout
Forg1ven- Caitlyn x Ezreal -Deft
Vander- Karma x Nami -Meiko

A H2k acelerou a partida, para impedir que o jogo congelasse no mid game como foi contra a ahq. Só que o jogo congelou da mesma maneira, só que mais para o late game. Ryu continuava forte em seu Ryze e Konstantinos-Napoleon “FORG1VEN” Tzortziou, apesar de ter perdido a rota para o atirador superior na forma de Kim “Deft” Hyuk-kyu, se manteve relevante durante o jogo e conseguiu auxiliar nas teamfights.
Foi depois de roubar o Dragão Ancião que os europeus selaram o jogo e ficaram mais perto da classificação.

MVP: Yoo “Ryu” Sang-ook, Ryze (6/6/3)

Ryu de novo e de novo o seu Ryze. O coreano fez uma dobradinha de MVP, pois manteve-se constante durante os dois jogos. Se os times do Mundial ainda não entenderam, tirem o Ryze desse jogador.


INTZ e-Sports x ahq e-Sports Club (Grupo C)

Celso Yokoyama

Com a vitória, a equipe da ahq estava mais perto das quartas de final — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 28:25
Vitória- ahq e-Sports Club
Yang- Poppy x Jayce -Ziv
Revolta- Lee Sin x Elise -Mountain
Tockers- Cassiopeia x Lissandra -Westdoor
MicaO- Caitlyn x Jinx -AN
Jockster- Alistar x Bardo -Albis

Nesse dia ruim para os brasileiros, sua segunda derrota veio para o time da LMS, ahq. Apesar de terem feito um bom draft e levado algumas vantagens no começo, a equipe não conseguiu traduzi-las em uma vitória. A derrota significou também a eliminação dos brasileiros no Mundial.

A partida começou explosiva, na rota de baixo houve uma pequena luta com Westdoor se juntando ao seu suporte e atirador resultando no First Blood com a morte do Alistar. Logo que o meio da equipe vermelha voltou para a base, Tockers e Revolta ajudaram seus companheiros matando Chou “AN” Chun-An e Albis em um dive bem executado. Entretanto, mesmo com a vantagem que seu atirador havia adquirido, a INTZ não conseguiu derrubar a torre, isso porque eles insistiram em jogar do lado de seu topo forte Yang, mas não obtiveram grandes resultados.

Depois da fase inicial do jogo, as duas equipes se encontravam brigando pelo controle da rota do meio, tentando conquistar visão superior para poder ter prioridade nos objetivos. O time brasileiro perdia foco na torre e tentava achar algum alvo fora de posição, o que resultou, ironicamente, neles sendo pegos desprevenidos pelo Bardo, que esperava por eles no seu lado do mapa.

Quando os asiáticos tiveram uma luta favorável e, em consequência, maior pressão no mapa, a vitória saiu das garras da INTZ e foi fácil para a ahq manter seu controle até destruir o Nexus.

MVP: Kang “Albis” Chia-Wei, Bard, (0/2/11)

O suporte taiwanês teve mais sucesso no controle de visão no impasse na rota do meio. Além disso, sua paciência notando os padrões de movimento dos oponentes deu a ele a oportunidade da jogada que iniciou a luta que eventualmente daria a vantagem para seus companheiros. Com 80% de participação nos abates, ele acabou sendo a ruína dos brasileiros.


INTZ e-Sports x H2k (Grupo C)

Celso Yokoyama

A INTZ se despede do Mundial depois de um começo promissor — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 29:12
Vitória- H2k
Yang- Jayce x Rumble -Odoamne
Revolta- Elise x Olaf -Jankos
Tockers- Aurelion Sol x Cassiopeia -Ryu
MicaO- Ezreal x Sivir -Forg1ven
Jockster- Bardo x Alistar -Vander

O último jogo da INTZ no Mundial 2016, já eliminada, não tinha nada a perder e trouxe de volta o estilo agressivo que vimos na sua única vitória no campeonato, ainda que não no mesmo sucesso. Do lado vermelho, a H2K precisava de só mais uma vitória para garantir sua vaga para a próxima fase, o que eles conseguiram.

No começo parecia que os brasileiros sairiam na frente. Porém sua agressividade não foi cuidadosa e o adversário aproveitou uma abertura para definir sua própria vantagem. Isso não parou a equipe do Wildcards, eles continuaram a jogar colocando pressão no outro time, mas ainda sem pensar muito. A H2k continuou se utilizando de sua calma para contrariar o estilo do oponente e avançar ainda mais a diferença a seu favor.

A partida foi acelerada e rápida, com a vários abates para todos os lados. No final, os europeus não tiveram muita dificuldade para fechar seu dia com 3 vitórias e nenhuma derrota.

MVP: Marcin “Jankos” Jankowski, Olaf (5/1/8)

Apesar de sofrer constante pressão do adversário e errar alguns ganks, o caçador da H2K se movimentou bem pelo mapa e não deixou que isso parasse ele de tentar ser agressivo também. Mesmo com um jogo relativamente fácil para todo o time europeu, seu Olaf brilhou ao estar em todas as jogadas importantes da sua equipe.


ahq e-Sports Club x Edward Gaming (Grupo C)

Pawn, Scout… A EDG pode escolher, pois os dois estão em sua melhor forma — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 46:51
Vitória- Edward Gaming
Ziv- Gnar x Poppy -Mouse
Moutain- Elise x Olaf -Clearlove
Westdoor- Twisted Fate x Vladimir -Pawn
AN- Jinx x Sivir -Deft
Albis- Tahm Kench x Nami -Meiko

A equipe chinesa decidiu colocar Heo “PawN” Won-seok novamente na rota do meio. Esse jogo prometeu desde a fase de picks e bans quando Westdoor escolheu o seu famoso Twisted Fate.
O ouro estava para a equipe da LMS durante todos os quase 50 minutos de jogo. Mesmo com Westdoor não conseguindo abates a sua pressão junto com o caçador da ahq colocaram o time na frente.
Foi a paciência e a experiência da EDG que os mantiveram na partida. A ahq viu sua liderança ser retirada de suas mãos pela coordenação dos chineses que garantiram a classificação para a próxima fase do Mundial.

MVP: Heo “PawN” Won-seok, Vladimir (7/0/9)

Nada menos que a perfeição para o campeão mundial. Pawn se manteve relevante e forte durante toda a partida. O jogador do meio deve aparecer mais vezes durante a competição, dividindo sua posição com o não menos habilidoso Scout.


Desempate
H2k x Edward Gaming (Grupo C)

Forg1ven já havia mostrado que estava entre os melhores na Europa, e agora no Mundo — Foto: Riot Games/ Flickr

Tempo- 44:47
Vitória- H2k
Odoamne- Rumble x Ekko -Mouse
Jankos- Olaf x Lee Sin -Clearlove
Ryu- Syndra x Aurelion Sol -Pawn
Forg1ven- Caitlyn x Jhin -Deft
Vander- Karma x Nami -Meiko

Era a segunda chance de Forg1ven mostrar que realmente é o melhor atirador. Dessa vez Deft não teve chance. Junto com sua equipe a Caitlyn europeia conseguiu a vantagem no ouro e fez os chineses jogarem de trás.
Com um controle de Dragões sem igual a H2k traduziu isso em um placar cada vez mais largo.
A luta para o primeiro lugar do Grupo D não foi decidida em uma teamfight, mas em inúmeras decisões bem feitas pelo time europeu e nem tão bem feitas por parte da EDG. Nem o roubo de Clearlove no Barão conseguiu colocar sua equipe de volta na partida que acabou com um Triple Kill e um ACE do auto-proclamado melhor atirador do mundo, Forg1ven.

MVP: Konstantinos “FORG1VEN” Tzortziou-Napoleon, Caitlyn (4/0/4)

Forg1ven finalmente pôde mostrar sua habilidade no palco internacional. Junto com a habilidade de Ryu, o atirador levou seu time para o topo do Grupo D. Agora é esperar para ver se o jogador consegue manter constante sua performance e levar a H2k para as próximas fases do Mundial.