Crônicas do Mundial (30/09): SKT entra no torneio

Depois de uma vitória brasileira impressionante e um começo fracassado dos europeus no primeiro dia de competição. Os bicampeões mundiais estreiam no Mundial junto com o resto do grupo B. Faker e Bengi mostraram que ainda são favoritos. Mas será que a INTZ conseguiu a sua segunda vitória?


SK Telecom T1 x Cloud 9 (Grupo B)

Faker mostrou para Jensen o que é jogar contra o melhor — Foto: Riot Games/Flickr

Tempo — 34:05
Vitória — SK Telecom T1

Times

Duke — Jayce x Rumble — Impact
Bengi— Elise x Lee Sin — Meteos
Faker— Syndra x Cassiopeia— Jensen
Bang— Ezreal x Sivir — Sneaky
Wolf — Braum x Braum—Smoothie

“Se você quiser ser o melhor você tem que ganhar do Faker, e é isso que eu vou fazer”, foram as palavras do jogador do meio Nicolaj “Jensen” Jensen. O bicampeão mundial ouviu e mostrou o que é jogar contra o “Rei Demônio Imortal”. Lee “Faker” Sang-hyeok dominou seu oponente de rota.
A equipe norte americana se viu jogando contra gente grande. A SKT, que não estava em sua melhor fase na LCK, conseguiu abate atrás de abate e sufocou a C9. Uma surpresa deste jogo foi a volta do outro bicampeão mundial, Bae “Bengi” Seong-ung, que ficou de reserva por um período maior na temporada deste ano. O caçador não se mostrou “enferrujado”, pelo contrário, mostrou-se com vontade de conseguir um terceiro título mundial.
A vitória foi uma questão de tempo para os sul-coreanos que destruíram todas as estruturas da Cloud9 antes de destruír o Nexus adversário.
E o Jensen? Bom, depois do “encontro” com Faker, ele terminou 0/6/6…

MVP: Bae “Bengi” Seong-ung, Elise (AMA 3/1/4)

O caçador tirou qualquer dúvida que as pessoas tinham depois da sua performance nesse jogo. Trazendo uma Elise perigosa, o bicampeão mundial fez todas as suas rotas ganharem e demonstrou mais uma vez, que ele é mais que só um caçador, ele É a Selva.


Flash Wolves x I May (Grupo B)

O time chinês estreou com vitória, mas estão preparados para o que virá pela frente? — Foto: Riot Games/Flickr

Tempo — 47:11
Vitória —I May

Times

MMD — Gnar x Ekko — AmazingJ
Karsa — Rek’Sai x Zac — Avoidless
Maple — Vladimir x Varus— Athena
NL— Lucian x Jhin — Jinjiao
SwordArt— Karma x Alistar — Road

Um time da LMS como cabeça de chave de um grupo. Uma situação que só ocorreu, pois a equipe europeia teve uma péssima atuação na MSI e perdeu sua posição nos grupos do mundial. Mas a Flash Wolves é um time que merece ocupar a cabeça de chave do Grupo B (já que a SKT não pode cumprir esse papel). A equipe do sudeste asiático deu sequência a uma campanha favorável no último mundial com a primeira colocação dentro da LMS.
No entanto, a estreia da FW contra I May, considerado um dos times mais fracos da China, foi… como posso dizer?
As duas primeiras torres do meio cairam só depois dos 40 minutos. Use essa informação para ter uma ideia de como esse jogo foi.
Os times pareciam com medo de agir. As lutas pareciam forçadas, como se ninguém quisesse iniciar. A FW ficou na frente no começo da partida, só que deixou os oponentes crescerem no jogo sem nenhum motivo aparente. Depois de uma tentativa fracassada de fazer o Barão a FW perdeu o controle total. Forçaram o Dragão Ancião só para perderem o objetivo depois do roubo de Fan “Avoidless” Zeon Wai com seu Zac. 
A I May ganhou de virada um jogo nada prazeroso de se assistir.

MVP: Fan “Avoidless” Zeon Wai, Zac (AMA 2/3/9)

O caçador da I May não teve nada de excepcional na maior parte do jogo, tentativas fracassadas de ganks, iniciações duvidosas (isso quando ele iniciava). No entanto a última luta foi decidida pelo seu smite que roubou o Dragão Ancião e deu a vitória para o time chinês. Fora isso, Avoidless e o resto de seu time precisam repensar as estratégias se quiserem sair do Grupo B e ir para a fase de mata-mata.


Team SoloMid x Samsung Galaxy (Grupo D)

Com a vitória TSM manda uma mensagem para o resto dos times do Mundial — Foto: Riot Games/Flickr

Tempo — 33:53
Vitória — Team SoloMid

Times

Hauntzer— Kennen x Rumble — CuVee
Svenskeren — Lee Sin x Elise — Ambition
Bjergsen — Syndra x Varus — Crown
Doublelift— Jhin x Ezreal — Ruler
Biofrost— Braum x Alistar— Wraith

A derrota para a RNG no primeiro dia deixou um gosto amargo na boca dos jogadores da TSM. Para a infelicidade da Samsung, eles eram os próximos oponentes de um time com fome de vitória.
Dennis “Svenskeren” Johnsen repetiu o Lee Sin e a agressividade do primeiro jogo, no entanto, dessa vez, o caçador e sua equipe não iam perder a liderança. Não importava quem estava em sua frente. Os sul-coreanos não encontraram uma abertura para tentar retornar ao jogo e depois de uma vantagem de 10 mil de outro aos 20 minutos, a equipe norte-americana terminou um jogo limpo com o resultado positivo.

MVP: Dennis “Svenskeren” Johnsen, Lee Sin (AMA 2/0/9)

Se a TSM tivesse ganhado o seu primeiro jogo, o MVP seria o caçador Svenskeren. Para garantir o título nessa partida, o Lee Sin fez seu impacto ser sentido e dominou não só seu oponente de selva, mas as rotas também.


Royal Never Give Up x Splyce (Grupo D)

Mata carregou o primeiro jogo do time, dessa vez foi o parceiro Uzi que roubou o holofote — Foto: Riot Games/Flickr

Tempo — 25:28
Vitória — Royal Never Give Up

Times

Looper —Kennen x Gnar — Wunder
Mlxg— Lee Sin x Olaf — Trashy
Xiaohu— Viktor x Cassiopeia — Sencux
Uzi — Ezreal x Sivir— Kobbe
Mata— Nami x Karma — Mikyx

Jian “Uzi” Zi-Hao e Cho “Mata” Se-hyoung. Estes foram os nomes da partida. A rota inferior da RNG não deu chance para seus oponentes. O que Uzi não foi agressivo no último jogo ele compensou nesse. Transmutações arcanas (Arcane Shift) para frente e iniciando lutas como um atirador. O Ezreal de Uzi só tinha essa liberdade, pois tinha certeza que logo atrás estava a Nami de Mata.
A dupla ditou o jogo e não deu chance para os jogadores da Splyce. Mataram tudo que estava pela sua frente. Isso facilitou as rotas, já em vantagem, do resto do time chinês.
A RNG não parece ter um oponente que possa parar seus jogadores dentro do Grupo D. A Splyce se complica ao perder dois jogos consecutivos em seu grupo.

MVP: Jian “Uzi” Zi-Hao, Ezreal (AMA 10/0/4)

Se o placar perfeito não convenceu, a maneira agressiva que Uzi usou seu Ezreal e a confiança de que não morreria ao fazer suas jogadas fez dele o destaque da partida. Créditos para o seu suporte, Mata, que ganhou o MVP no primeiro jogo da RNG neste Mundial.


H2k x INTZ e-Sports (Grupo C)

H2k consegue sua primeira vitória ao dominar contra a INTZ — Foto: Riot Games/Reprodução

Tempo—30:37
Vitória— H2k

Times

Odoamne— Kennen x Rumble — Yang
Jankos— Skarner x Rek’Sai — Revolta
Ryu — Cassiopeia x Orianna — Tockers
Forg1ven— Caitlyn x Ezreal — Micao
Vander— Karma x Nami — Jockster

O time brasileiro não começou o jogo da mesma maneira que os trouxe a vitória contra os chineses. Não se acharam na partida para fazer as jogadas agressivas que impressionaram todos no primeiro dia.
A H2k conseguiu abrir vantagem apenas nas tropas, sem precisar abater campeões. Só Gabriel “Revolta” Henud possuía mais tropas que seu oponente direto, mas isso significava que, enquanto o brasileiro passava mais tempo em sua selva, Marcin “Jankos” Jankowski influenciava suas rotas.
Apesar do primeiro abate ocorrer apenas aos 18 minutos de jogo, a H2k já estava à frente da INTZ no ouro. Os europeus sufocaram os adversários em um jogo de 30 minutos, no qual Revolta e companhia tinham pouco o que fazer para tomar a liderança.

MVP: Marcin “Jankos” Jankowski, Skarner (AMA 3/1/6)

A combinação do escorpião e da cobra da H2k foi fatal para a INTZ. Jankos não tinha problema algum em avançar, usar seu ultimate em alguém e trazer esta pessoa para seu time terminar o trabalho. O “Rei do First Blood” manteve seu nome e levou os europeus para uma vitória sem muitos problemas contra os brasileiros.


Edward Gaming x Ahq e-Sports Club (Grupo C)

Clearlove foi essencial para ditar o ritmo do jogo para seu time — Foto: Riot Games/Flickr

Tempo — 40:57
Vitória —Edward Gaming

Times

Mouse — Poppy x Rumble — Ziv
Clearlove — Hecarim x Olaf —Mountain
Pawn— Karma x Zilean — Chawy
Deft — Lucian x Ashe — AN
Meiko — Nami x Soraka— Albis

Mesmo com a vitória de Liu “Westdoor” Shu Wei, a equipe da ahq decidiu colocar o reserva, e personagem do documentário Legends Rising, Wong “Chawy” Xing Lei. A ahq se manteve empatada com a equipe chinesa no começo do jogo, mas o fator que desequilibrou a partida foi outro personagem do Legends Rising, o caçador da EDG, Ming “Clearlove” Kai.
Os ganks de Clearlove em seu Hecarim traduziam toda a frustração do time após a derrota para o time Wildcard no dia anterior. O caçador se mostrou presente e, junto com o atirador Kim “Deft” Hyuk-kyu, pressionou a ahq como podia.
O time da LMS não conseguiu se encontrar na partida e cedeu. O resultado fez com que todos os times do grupo C ficassem empatados com 1 vitória e 1 derrota.

MVP: Ming “Clearlove” Kai, Hecarim (AMA 1/0/8)

O Hecarim de Clearlove fez as rotas da ahq um terror. Os adversários estavam em constante medo de serem um dos alvos do caçador que acelerou o ritmo da partida e deu a vitória para o seu time.