PESADELO

21–6–17, sp

Acordei aparentemente sem motivo. Olhei o celular. Sabia o que estava esperando. Mas não foi isso que apareceu na tela. A mensagem me deixou apreensivo. Me deixou apreensivo porque era verdade. Porque era uma verdade que eu constantemente me nego a encarar, mesmo que me exponha a ela diariamente. Não consegui mais dormir. Toda vez que fecho os olhos penso no que estava escrito. Em quem eu me tornei.

Deletei a mensagem. A pessoa. As pessoas. Bloqueei. Dessa vez vai durar.

Eu espero.

Eu sinceramente espero.

Mas não adianta só esperar. Autocomiseração é estupidez. Tudo depende de mim. Eu preciso deixar de ser um filho da puta. E a hora é agora.