Porque eu sou contra o BDSM — Uma perspectiva do Feminismo Radical.
Bianca Chella
47610

A cabeça do ser humano é complicada demais.

Por mais que as pessoas tenham opiniões como a sua, tem gente que sente prazer na dor, ignorando todos essas problemáticas que você citou.
Acredito que seja preciso identificar quando isso virou um nicho e como fizeram tais atitudes serem vistas como prazerosas. O mercado não é pequeno nesse ramo mundo afora, aqui no Brasil não faço ideia...

Belo texto!