Filtro bolha da internet é mito.
Pedro Araujo
12

Buscamos essas bolhas em tudo o que fazemos, pessoal, social e profissionalmente, começamos por não querer pessoas que não conseguimos nos conectar mais longe, mesmo que gostemos delas. Na internet é a mesma coisa elevada a uma potência mais forte, não precisamos procurar o que os nossos conhecidos e amigos fazem, elas pipocam na nossa cara, o que nos faz filtrar os conteúdos que nos interessam, que pensam como a gente, que nós nos identificamos dezenas de vezes por dia, mesmo sem a mecânica dos filtros que estes sites proporcionam.

Claro que a análise do comportamento é uma ferramenta poderosa, não só para te mostrar o que você quer ver, mas também para “filtrar” (olha aí a bolha invertida) a nossa personalidade, para os mais diversos fins. Nós é quem deixamos isso acontecer, pois a zona de conforto não tem o nome de conforto à toa, por isso buscar por mais é essencial. Não vejo nada errado em te filtrar seus interesses e gostos pessoais, desde que não se deixe cair na bolha da opinião. Agora transforma isso em um Power Point e manda pra sua família.

Like what you read? Give Guilherme Baldi a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.