5 características de um empreendedor social de sucesso

O empreendedorismo social é assim: você presta um serviço relevante para a comunidade, que efetivamente fará a diferença na vida de quem precisa, e ainda consegue gerar receita, como em todo empreendimento. Ou seja, a pessoa tem a oportunidade de desenvolver características de um empreendedor social através de ações variadas.

Eu já tive o prazer de fazer dois #clicoresponde sobre o assunto, o primeiro, que você confere aqui, foi explicando um pouco sobre o conceito e, no segundo, me aprofundei mais no tema e conversei com o pessoal da Ashoka, uma entidade voltada para auxiliar empreendedores sociais.

Para minha alegria, tenho recebido muitas perguntas e questionamentos sobre o empreendedorismo social então resolvi voltar ao tema. Dessa vez, quero falar sobre as características de um empreendedor social e te contar alguns exemplos de cases de sucesso. Confira!

Características de um empreendedor social

Gestão profissional

Todo empreendedor precisa ter ciência da importância de uma gestão eficiente para ter um negócio de sucesso. Quando fundou a Graacc, o médico pediatra Antonio Sérgio Petrilli tinha isso em mente.

Graças a um sistema sério de atendimento e parcerias estratégicas com universidades e iniciativa privada ele já conseguiu fazer com que sua entidade atendesse mais de 5 mil crianças com câncer a manteve uma taxa de cura em torno de 70%, um nível de excelência.

Atuação local

Existe um velho ditado no empreendedorismo social, que diz muito sobre o assunto: atue localmente para agir globalmente. Isso significa que o seu empreendimento deve fazer a diferença nas comunidades próximas a você, melhorando a comunidade em que você está inserido e inspirando novas ações ao redor do globo.

Um exemplo é a Planeta Oceano, uma iniciativa peruana que procura inserir métodos sustentáveis de pesca naquele país. O projeto recebeu uma enorme visibilidade por ter nascido em um recanto ambiental e ter um forte apelo turístico, onde são encontradas mais de 500 espécies marinhas.

Ganhos financeiros

Não é porque sua iniciativa é social que ela não deva ser sustentável financeiramente. Afinal, a perenidade do seu projeto depende da saúde econômica do empreendimento e dos beneficiados por este. A re:char é uma instituição que atua na África e tem como o objetivo combater o aquecimento global.

Para isso, ela incentiva agricultores locais a criar carvão vegetal em detrimento do mineral. Mas não é apenas o meio ambiente que ganha com isso. Após a iniciativa, os agricultores aumentaram sua própria criatividade em 20%, ao mesmo tempo conquistaram uma rentabilidade anual 30% maior e uma economia de 80% em fertilizantes químicos.

Inspiração

Os grandes diferenciais dos empreendedores sociais são a sua motivação e capacidade de inspirar mudanças. Em geral, esse tipo de iniciativa surge de experiências pessoais de gente que, após se deparar ou vivenciar determinado desafio se motiva para ajudar o próximo a superar problemas semelhantes.

Um exemplo é Eduardo Lyra, um empresário de sucesso que passou uma série de dificuldades durante a infância na periferia de São Paulo. Para ajudar a transformar histórias parecidas com a sua, Lyra criou o Jovens Falcões, projeto que busca dar protagonismo social a jovens de periferia, oferecendo a eles instrumentos e conhecimento para modificarem a própria comunidade em que vivem.

Inclusão

Promover a inclusão das pessoas com algum tipo de limitação a sociedade é uma característica essencial de empreendedores sociais. Foi justamente com base nesta afirmação que surgiu o projeto ADAPTSURF. A entidade sem fins lucrativos busca promover a inclusão social de pessoas com mobilidade reduzida e deficiência através do lazer e contato com a natureza, neste caso com a ajuda do surf adaptado. Isso mostra uma tendência crescente dos últimos anos: a preocupação social das empresas, não apenas visando financeiro.

Você quer começar a investir nesta área mas ainda está com alguma dúvida sobre as características de um empreendedor social de sucesso? Deixe a sua pergunta que o #clicoresponde!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.