Espera

Momento INutilidade pra alguns e REflexão para outros

Não há uma pessoa no mundo que não espere, numa fila, no trabalho, num show, um bebê, sentado no sofá… todo mundo espera algo com alguma finalidade, independente do que seja.

Pode ser bom ou ruim, mas o que importa é que você pode tornar este momento um tédio, um prazer, um problema ou simplesmente ligar o automático e não ver o tempo passar.

Não tem errado nem certo, nem ruim nem bom, interessante ou desinteressante. Depende apenas do que você quer que seja.

Mas porque escrever sobre isso? E pra que ler tudo isso? Simples, não sei.

Mas estou passando por este momento neste exato minuto, e encontrei uma oportunidade de contemplar o mundo, observar as pessoas, estar presente e “dentro de casa”.

Centenas de pessoas caminhando, em direções diferentes, carregando suas próprias vidas e pensamentos. Indo ou vindo de algum lugar, provavelmente pensando no que fizeram ou o que vão fazer, mas dificilmente pensando no agora.

Talvez buscando respostas, criticando alguma coisa, se auto avaliando no reflexo das vitrines. Talvez perdidas físicas ou mentalmente, esperando algo que muito provavelmente não afetarão em nada suas vidas e no piloto automático, andando por andar, reclamando por reclamar, comprando por comprar.

Num dos livros que li o autor dizia que a vida é um sopro.

Ela realmente pode ser, mas apenas se você quiser continuar em transe, como um zumbi ou uma folha que caiu de uma árvore sobre um rio que está carregando ela por onde ele quer. O rio só sabe fazer isso, e a folha não tem o que fazer. Ela seguirá o curso do rio por toda sua existência sem poder reagir.

Não precisamos ser folhas. Temos o dom da sabedoria e racionalidade e não podemos ter preguiça de usá-la. Não precisamos seguir o curso do rio se não quisermos. Podemos ter nossas próprias vontades, desejos e ações. Podemos transformar o sopro em brisa ou tempestade.

Podemos chegar a lugares que desejamos chegar, mas pra isso precisamos sair do coma.

Mesmo esperando, onde quer que seja, na próxima esquina ou na próxima década. Presentes, conscientes e cientes de tudo isso.

Like what you read? Give Guilherme Ferri a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.