Óleo, não músculos

Ao lado esquerdo, “Hulk Brasileiro”. Ao lado direito, Frank Zane, lenda do fisiculturismo.

Recentemente, assisti a uma reportagem da RedeTV sobre o “Hulk Brasileiro”, um rapaz que — aparentemente - fez uso de óleo mineral para aumentar o volume corporal. Isso me fez pensar sobre o abuso de substâncias como óleo, silicone industrial, hidrogel etc. para fins estéticos.

O silicone é normalmente usado na limpeza de carros e na impermeabilização de azulejos. Essas substâncias injetáveis podem mudar de lugar e entrar na corrente sanguínea.

As substâncias de tais procedimentos estéticos são perigosas, portanto algumas não devem ser usadas, e as doses dos produtos permitidos não podem ser elevadas. Andressa Urach, p. ex., usou 200 vezes a quantidade de hidrogel permitida pela Anvisa, e teve sorte para hoje poder contar a história.

Além disso, é imprescindível que o procedimento seja feito por um médico.

A sociedade existe para definir regras comportamentais que permitem uma melhor convivência entre os seres humanos, ou seja, a sociedade deve criar regras que estabelecem limites entre onde a vontade de um afeta a liberdade os direitos do outro. … A sociedade também cria regras que tentam proteger a própria pessoa de ela mesma. (Caio Mariani)

Ao lado esquerdo, Arnold Schwarzenegger. Ao lado direito, “Popeye Brasileiro”.

O caso Andressa Urach foi tratado por algumas pessoas como “busca incessante pelo dito corpo perfeito”. Quê?! Há inúmeros exercícios diferentes que constroem um corpo de porte atlético natural. É digno de pena fazer a aplicação de algo artificial por conta de sua indisciplina; imediatismo*; e incapacidade de obter um bom desempenho em uma atividade física.

*Imediatismo: tendência a agir em função do que oferece vantagem imediata, sem considerar as consequências futuras.

Há o caminho natural, que fornece incríveis resultados, mas dedicação é imprescindível. Há o outro caminho, que em algumas horas fornece apenas um esboço, uma fantasia, do resultado natural.

Evidentemente, ideal seria educar de forma adequada. A desinformação é fator que joga contra a saúde das pessoas. Tanto os médicos norte-americanos do mini-documentário [“Buttloads of Pain”] da Vice, quanto o Dr. Marcelo Olivan, afirmam que é comum que as mulheres que aparecem em seus consultórios com complicações decorrentes de cirurgias anteriores não saberem o que foi feito e nem mesmo qual produto foi aplicado. As consequências são feias, graves e podem levar à morte. (Ciência da Beleza, Gizmodo)

Deve-se ensinar o saudável caminho da atividade física para que, algum dia, após atingida a maioridade, o indivíduo possa escolher uma vida saudável, ou um procedimento estético dentro dos limites julgados seguros.

NSFW

Ao lado esquerdo, Michelle Lewin. Ao direito, exemplo de uma aplicação de óleo. (foto: VICE)