Esta noite sonhei com você
e com teus olhos que são tão verdes
e tão meus 
Sonhei que você estava tão perto
que acordei com teu cheiro impregnado em mim
Não é irônico como escrevo desesperadamente 
para me livrar de ti
e cada palavra fica tatuada e eternizada 
na minha alma?
Estamos quase em outubro novamente
outubro que, há um ano atrás, te trazia 
Em dois meses eu saio do país.
Gosto de fingir que é para sempre
Porque dói mais
E quem sabe se eu alimentar esta dor com força
quem sabe se eu dilacerar esta dor que me circunda
Ela transpasse o meu coração 
e vá embora pelas minhas costas
De maneira que eu não possa vê-la
Como não pude vê-lo.
Eu preciso ser exorcizado! 
Não! Preciso de uma lobotomia.
Às vezes, eu acho que nem outra vida seria suficiente 
para te tirar daqui.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.