O Falso Interesse

Sinceramente? Cansei do jogo de interesses, ou melhor do jogo de fingir interesse. O que está acontecendo com as pessoas? Será que elas perderam a empatia com as outras? Conhecem alguém, fingem estar interessadas e depois simplesmente te descartam como um resto qualquer, deixam de falar como se nada tivesse acontecido.

Com um tanto de redes sociais ficou muito mais fácil encontrar pessoas que tem gostos convergentes ao seu, mas em contrapartida ficou muito mais fácil para que um ou ambos rapidamente percam o interesse ou achem alguém mais interessante, as vezes nem tem um motivo aparente, você simplesmente é ignorado solenemente.

Esse ano tem sido uma desgraça pessoal para o tanto de pessoas que simplesmente cagaram pra mim sem nenhuma razão específica, simplesmente pararam de falar, não estou me restringindo a interesses amorosos e sexuais, até porque acredito que esse tipo de interesse seja uma evolução natural ao conhecer uma pessoa que você goste, mas estou falando ao interesse de querer conversar e de se importar com a pessoa que está do outro lado, como conseguem perder o interesse tão rápido e seguir como se nada tivesse acontecido?

Se você realmente não tem vontade de prosseguir uma conversa ou de manter contato com alguém é simples, diga à ela ou simplesmente não puxe assunto, inicialmente isso pode parecer rude, mas é muito melhor do que nutrir expectativas, talvez você não esteja dando tanta importância para aquela interação, mas e o outro? Será que ele não está acreditando que vocês estão realmente se dando bem enquanto você está apenas indiferente?

Não obstante, outra questão que foi recorrente neste ano foi a falta de comprometimento das pessoas para compromissos e não estou falando de trabalho ou estudos e sim de conhecer alguém, trocar mensagens, se identificar com ela, se interessar por ela, querer conhecer mais sobre, então vocês combinam de sair, independente de qual seja o objetivo, tomar um sorvete e falar besteiras, assistir um filme no cinema, um jantar romântico, a ocasião é indiferente. Talvez nem todo mundo seja assim, mas se eu cheguei a esse nível com alguém é porque eu realmente tenho interesse em conhece-la, então por mais que eu tente me manter relaxado, não posso impedir o meu inconsciente de gerar certas expectativas, pensar no que falar e até o que vestir.

Passando dessa etapa de expectativa involuntária, finalmente o dia do encontro chega, atualmente eu dificilmente me empolgo com alguma coisa, mas o fato de encontrar uma pessoa que eu divido interesses e gostos realmente faz a minha ansiedade apitar a níveis astronômicos, mas então em cima da hora você recebe uma mensagem da pessoa desmarcando por qualquer razão que seja, ao ler a mensagem você é automaticamente tomado pela sensação de ter levado um balde de água gelada, mas tenta ser racional e pensar que a pessoa realmente teve algum imprevisto, afinal, todos nós estamos sujeitos a esse tipo de situação.

Então você resolve exercer a sua empatia e relevar a situação, falando que está tudo bem e podem remarcar para um outro dia quem sabe, mas dali em diante a pessoa simplesmente passa a te ignorar ou agir com indiferença, ou então, realmente vocês criam uma nova oportunidade de sair, logo aquela ansiedade e expectativa volta como um avião a jato na sua cabeça, até que no novo dia marcado, você já com o frio na barriga, recebe o mesmo tipo de mensagem da primeira vez e agora o balde de água fria pode se tornar uma angústia, um sentimento de ser desprezado, irrelevante.

Depois desse fato correr inúmeras vezes comigo passei a achar que as pessoas tendem a tratar as outras apenas como testes ou jogos, seja lá qual o real objetivo delas, aparentemente não passa na cabeça delas o que esse tipo de situação pode gerar dentro da cabeça dos outros, com isso cada vez mais eu fico com receio de conhecer pessoas, tendo um background de experiências terríveis, você entra numa conversa sempre com um pé atrás e receio de mais uma vez ser jogado de escanteio.

Não redigi esse texto para servir de indireta para ninguém, até porque sempre fui franco com as pessoas que me trataram dessa forma, eu escrevi porque queria tentar entender porque as pessoas agem desta maneira, porque se tornou tão corriqueiro esse jogo de interesses, porque nutrir sentimentos e expectativas se nada vai acontecer? É tão mais simples ser franco, normalmente a verdade pode ser muito dolorida, mas é muito mais fácil de compreender do que a dúvida.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.