Christ and Woman Taken in Adultery. 1886–1887. Oil on canvas. The Tretyakov Gallery, Moscow, Russia.

Presente!

Parabéns para Jesus.

Ele que lutou a vida inteira pela igualdade social. Que sempre partilhou tudo o que tinha com os mais necessitados e nos ensinou a repetir seus gestos. Ele que lutou pelo o fim da concentração de terras e pelo fim da acumulação de riquezas. Ele que lutou pela partilha dessas riquezas, com igualdade social e econômica.

Ele que caminhou sempre junto com as minorias, com os mais pobres e oprimidos, prostitutas, pecadores, denfendendo-os e partilhando tudo o que tinha com eles, principalmente seu Amor. Ele que jamais discriminou as pessoas pelo o que elas são. Ele que repudiava todo e qualquer tipo de preconceito. Ele que pediu para amarmos os outros como a nós mesmos.

Ele que lutou pelos direitos humanos, muito antes de ser chamado assim, de ter um nome pelo que lutar.

Ele que lutou contra o império romano, contra as barbaridades cometidas por esse regime, contra todo o tipo de opressão, contra o conservadorismo, contra a opressão e exploração religiosa, contra tudo que dissemina o ódio.

Ele que falava de Amor acima de todas as coisas e que o praticou por todos os dias da sua vida.

Ele que morreu sob pena de morte. Logo ele que sempre defendeu a vida acima de todas as coisas e o perdão. Morre, porque foi julgado pelos hipócritas conservadores que não queriam um mundo de igualdade entre as pessoas. Um mundo de paz e de Amor.

Seguindo ou não alguma religião. Acreditando ou não em algum deus. Ele nos inspira todos os dias. Ele que representa todas as lutas por mais igualdade e justiça social. Ele que representa o Amor e paz. Jesus, antes de cristo, foi um homem que lutou até os seus últimos momentos por um sonho. Um sonho de um mundo melhor.

Ele não tem culpa pelas mortes causadas pelo cristianismo ao longo da história. Jesus não queria fundar uma religião. Ele não criou dogmas, ele não criou o pecado, ele não criou a inquisição. Os hipócritas criaram, os conservadores criaram, aqueles que usam o seu nome, as suas palavras, deturpando-as, mas que só praticam o ódio é que criaram.

Jesus queria uma mudança radical de toda a humanidade. Ele queria uma revolução.

Jesus presente!

Parabéns para Jesus, assim como para todos que lutam por um mundo de igualdade, como, por exemplo, o Papa Francisco.

Os direitos humanos são violados não só pelo terrorismo, a repressão, os assassinatos, mas também pela existência de extrema pobreza e estruturas econômicas injustas, que originam as grandes desigualdades. (Papa Francisco)
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Guilherme Vale Alves (GVA)’s story.