Mais do que você imagina.

Descubra os seus super-poderes e comece a usá-los


Você tem super poderes. Sério.

E esses poderes são bem mais fortes do que você imagina.


O primeiro é o poder cultural, o poder de liderar idéias.

Essa é a habilidade de dizer o que pensa, de enxergar situações a partir de um ponto de vista diferente, de compartilhar palavras e imagens com aqueles que se importam em ouvir o que você tem a dizer.

Logo em segundo lugar vem o poder de conectar, relacionar pessoas.

A habilidade — ou sensibilidade — de encontrar pessoas que precisam se conhecer e ligar os pontos, fazer a mágica acontecer.

Quando combinamos esses dois poderes: Liderar Idéias e Relacionar Pessoas, estamos construindo uma parte da nossa própria realidade.

Essa cultura que ajudamos a construir, determina como será o nosso futuro, pois impacta também na vida de outras pessoas.

O que enfraquece esses nossos poderes é a complacência, o famoso ‘deixa pra lá’.

A dura realidade é que esse caminho mais fácil não permite mudança, a facilidade ama a inércia.

Uma outra forma disfarçada dessa complacência é a reclamação constante.

Ao se queixar ou reclamar infinitamente e sem parar sobre falta de autoridade para mudar alguma coisa, sobre o que os outros fazem ou deixam de fazer, ou mesmo de quem nos ignora… estamos na verdade se sabotando.

Ao seguir por este caminho, mesmo que de forma inconsciente, estamos escolhendo continuar vivendo justamente essa situação sobre a qual se reclama/se lamenta.

Quem busca alguma mudança, por menor que seja, deve entender sobre como sus atitudes, idéias e relacionamentos estão contribuindo para a construção e o desenvolvimento de sua própria vida.

Hoje vivemos em uma realidade onde cada um de nós tem a capacidade de Influenciar.

Apenas reflita: Como você influencia a sua realidade?

O que você faz com os seus super poderes ?

Gostou do texto? Clica em ‘recommend’ e conversa comigo sobre como você influencia a tua realidade, me conta a tua história.

Não gostou? Deixa um comentário e me permite aprender contigo.


Inspirado no texto original de Seth Godin e publicado com a devida permissão do autor.