Altruísmo x Egoísmo

Há alguns meses fiz uma entrevista de emprego e a supervisora me questionou sobre algum valor que carrego comigo. Sem pensar muito tempo, respondi:

__ Procuro não fazer com os outros aquilo o que não quero que façam comigo. Acredito que sou uma pessoa justa.

De prontidão, a executiva me cortou:

_ Não, você não é uma pessoa justa. Você é altruísta.

E isso ficou por um bom tempo na minha cabeça.


Já tem algum tempo que leio bastante de como melhorar o meu desempenho diário, seja ele profissional ou pessoal. E no meio de inúmeras teorias, pesquisas e estudos, muita coisa recai em um ponto: a espiritualidade. Por favor, não vincular a palavra com qualquer religião ou crença.

Este é um outro ponto que busco sempre desenvolver em mim, talvez por ser uma pessoa introspectiva e acreditar que cada um deve buscar respostas internas antes de procurar no ambiente externo.

Talvez seja por isto que algumas pessoas me relatam em conversas que me consideram uma pessoa “boa” e de um “ótimo coração”. Sendo sincero, é prazeroso receber este tipo de elogio, afinal, é uma coisa que eu busco. Porém sempre me questiono algumas coisas.

Em um mundo só com pessoas “boas”, este seria considerado perfeito. Mas quem disse que pessoas assim buscam mudar o mundo? Na minha busca por uma espiritualidade maior, percebo que em várias situações é só um enorme egoísmo. Eu só quero dormir com minha consciência tranquila, e isso porque EU preciso disso.

E quem não precisa?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.