Fã de esporte

Sempre fui uma pessoa introspectiva, com poucos, ou quase nenhum amigo. Na minha adolescência, isso era ainda mais acentuado.

Dessa forma meus sábados e domingos era colados na TV, vendo o que havia de melhor no que diz respeito a futebol.

Minha adolescência foi contemporânea com a período áureo do R10 no Barcelona, melhor jogador que vi jogar. Vi sendo aplaudido de pé no Santiago Bernabeu, vi dando três chapéus sem deixar a bola cair. Se não bastasse todos esse momentos antológicos (pelo menos para mim) pude ainda presenciar o melhor time que vi jogar. Um time de um tal de Pep Guardiola de codinome gênio. Vendo esse time, acho que pude entender o porque meu pai era fã do Flamengo do Zico (vale destacar que ele e Palmeirense e nunca foi ao Rio).

Se não bastasse vi a maior rivalidade da minha geração CR7 vs Messi. O CR7, quando era ainda um mero garoto "desplastificado" no Manchester United eu comentei com o meu velho: “Esse cara joga demais!”. Messi. Messi. Vi o primeiro gol da tal pulga: Cavadinha de R10 gooooolllll….. bandeirinha f*#@, marcou impedimento de Messi. Alguns minutos depois, daquelas situações que dividem os jogadores dos gênios, cavadinha de R10 e goooooollllll de Messi.

Vi, e vivi os 5 jogos seguidos entre Barça e Real,a fantástica final entre Milan e Liverpool, o choro do Canizares sendo consolado pelo Khan.

Tudo isso eu vi pela ESPN. Como podem ver nunca fui o tal Fã de Esporte. O que sempre considerei, mesmo que sem a reciprocidade de vocês, era que vocês eram meus amigos, companheiros. Hoje já mais maduro, digo com que fiz a melhor escola de Futebol, pois contava com os melhores professores: Paulo Andrade (o melhor narrador do Brasil. Como disse numa das minhas redes sociais: “UCL sem Paulo Andrade e PVC, não e UCL”), Amigão e Antero Greco, PVC a máquina cerebral, Juca o mestre, Trajano e gênio mau humorado e por aí vai. Por tudo isso é que digo que tenho um gosto refinadíssimo de futebol.

Porém o que me deixa triste é constatar que hoje, essa escola já não existe mais, essa minha antiga amiga “nos” abandonou. Hoje, ela nada mais é do que um canal de televisão paga como outra qualquer. Passa Copa do Brasil que todos os outros canais passam, Copa SP Jr. que todas passam também. Já os jogos que sempre gostei, que me acompanharam, que formaram a minha percepção de futebol, hoje não consigo mais ver e os que consigo, são maltratados por seres histéricos que pouco entendem de futebol e da arte acadêmica futebolística.

Sei que as transmissões são questões comerciais, porém o que mais me deixa triste é ver que os atuais jornalistas da ESPN são tão vazios e despreparados quanto dos outros canais e que os temas nos programas esportivos só falam do pobre futebol brasileiro (que também gosto).

Talvez esse seja o real objetivo de vocês, de me converter de mero aluno e amigo (mesmo que parcial) em Fã do Esporte. Fã do esporte sempre fui e sempre serei, com ou s ESPN.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated gustavotinoco’s story.