Hai África promove primeiro evento

Foi com muita alegria que realizamos no último sábado, dia 6 de agosto, o 1º evento do Hai África. O encontro aconteceu no Barteg e reuniu cerca de 30 pessoas entre palestrantes, parceiros, voluntários e convidados.

1º encontro do Hai África

A palestra de abertura foi feita pela idealizadora Mariana Fischer, que contou a trajetória do Hai África desde o início e o que a motivou a fundar o projeto. “O Hai é minha vida! Tudo aconteceu muito rápido, e continua acontecendo. Cada dia tem algo novo e eu sou muito grata a tudo isso”.

Mariana Fischer fala sobre a criação do Hai África e os próximos objetivos do projeto

Ela também falou sobre as dificuldades encontradas pelo caminho e a alegria em superá-las, além da emoção de acompanhar o desenvolvimento das crianças diariamente, mesmo com a distância. “Cada foto que eu vejo das crianças sorrindo, eu penso: eu me encontrei e não me imagino mais sem o Hai”, declarou Mariana.

A segunda palestra foi ministrada pela Gabriele Garcia, fundadora do Instituto Think Twice. Assim como Mariana, Gabriele sentiu a necessidade de ir além do comum e fazer algo que ajudasse a transformar o mundo em um lugar melhor. Durante 400 dias, ela e seu noivo viajaram para 40 países, passando por 110 cidades em uma experiência única de empatia, com o desejo de conhecer novas culturas, contribuir para a transformação social e compartilhar experiências.

Gabriele Garcia, do Think Twice, conta sobre experiência de empatia pelo mundo

“Comecei a perceber que eu era muito privilegiada e achei que eu deveria retribuir ao mundo de alguma forma. Acredito que todos nós temos alguma missão e podemos ser instrumentos de mudança e transformação”, contou Gabriela, que abordou os temas “privilégios e méritos” e “função social” durante a palestra.

O designer Cassiano Brandão, fundador da empresa Psomas e responsável pelo desenvolvimento das artes e do site do Hai África, foi o terceiro palestrante do evento. Cassiano promoveu uma reflexão sobre comportamento social e como isso influencia a nossa rotina, dando dicas de como podemos controlar nossos costumes ruins e como devemos usar os nossos hábitos bons a favor do próximo, fazendo do mundo um lugar melhor.

Cassiano ressalta a importância de colocar-se no lugar do próximo e buscar ser melhor a cada dia

Para finalizar, a professora Maira Ferraz explicou aos participantes o valor da pedagogia Waldorf, que vem sendo aplicada no Hai África. Trata-se de uma pedagogia que prioriza a relação do ser humano com os demais e com a natureza, respeitando cada fase da infância durante o processo de desenvolvimento. “Nossa intenção não é impor nossos costumes, mas agregar coisas boas na rotina delas, priorizando uma educação mais humanizada”.

Maira esclarece sobre o funcionamento da pedagogia Waldorf

O evento também contou com comes e bebes deliciosos, além de muito bate papo, risadas, emoção, trocas de experiências e conhecimento.

Alegria, empatia, amor, gratidão, doação, vida. Esse é o Hai África.

Esperamos que muitos encontros como esse se repitam, repleto de boas energias e vibrações. Gratidão a todos que participaram e que possamos seguir sempre juntos e transformando vidas.

“Os dois dias mais importantes da sua vida são o dia em que você nasce e o dia em que você descobre o porquê.” (Mark Twai)